Olhar Agro & Negócios

Sábado, 15 de dezembro de 2018

Notícias / Energia

Último rotor da Usina Teles Pires está em deslocamento pela BR-163 em Mato Grosso

Da Redação - Viviane Petroli

01 Abr 2015 - 09:11

Foto: Rota do Oeste/Odebrecht TransPort

Último rotor da Usina Teles Pires está em deslocamento pela BR-163 em Mato Grosso
O deslocamento do último rotor de turbina que compõe o sistema de geração de energia elétrica da Usina Hidrelétrica Teles Pires foi iniciado na BR-163 nesta terça-feira (31). Segundo informações da concessionária Rota do Oeste, que acompanha o transporte no trecho de concessão da BR-163, o equipamento nesta quarta-feira , 1º de abril, encontra-se na região de Jangada.

O transporte do rotor será acompanhado pela Rota do Oeste até o Km 855 da BR-163, em Sinop, onde termina o trecho de concessão. A estimativa é que a passagem do equipamento até Sinop dure entre 10 e 15 dias. Além da Rota do Oeste, a Polícia Rodoviária Federal também acompanha o deslocamento da peça, no caso até a Usina Hidrelétrica Teles Pires em Paranaíta.

Leia mais:
Linha de transmissão alternativa pode gerar economia de R$ 6,5 mi/dia; Energia escoada será da UHE Teles Pires
UHE Teles Pires instala segundo rotor; Até abril de 2015 as cinco peças estarão instaladas

Assim como os outros quatro rotores, o equipamento trafegará pela BR-163 por duas horas, com uma média de 15 Km/hora. Enquanto, estiver na pista o trânsito para os demais veículos será interrompido nos dois sentidos. Após a passagem do equipamento o trafego de veículos é liberado durante uma hora. Em média o transporte do rotor é de 50 quilômetros por dia, ocorrendo das 8h às 17h.

O primeiro rotor da usina Hidrelétrica Teles Pires teve seu transporte iniciado em meados do dia 20 de maio e chegou à Paranaíta em 08 de junho de 2014. Já o segundo equipamento foi entregue na primeira quinzena de agosto do ano passado e o terceiro em 09 de dezembro. O quarto rotor chegou à usina em fevereiro.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Agro Olhar. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Agro Olhar poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • GILDO
    01 Abr 2015 às 16:37

    gENTE É INCRIVEL, PORQUE NÃO FAZEM O TRASNPORTE NOTURNO COM ESSE EQUIPAMENTO, DESSA FORMA O TRANSTORNO E BEM MENOR.