Olhar Jurídico

Quinta-feira, 29 de junho de 2017

Notícias / Criminal

Gaeco faz busca e apreensão em Cuiabá para investigar corrupção em loteamentos e compra de votos

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

17 Mar 2017 - 15:47

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

GAECO

GAECO

O Ministério Público Estadual (MPE) cumpriu na tarde desta sexta-feira (17) mandado de busca e apreensão em uma residência, em Cuiabá, como desdobramento da "Operação Sesmaria", que investiga atos de corrupção na aprovação de loteamentos e compra de votos, em Primavera do Leste.

Leia mais:
João Emanuel admite empréstimo de R$ 140 mil para comprar Porsche, mas nega lavagem de dinheiro; acompanhe


Conforme os promotores responsáveis, o objetivo é buscar indícios e provas a respeito de crimes de corrupção passiva e ativa envolvendo vereadores da Câmara Municipal de Primavera do Leste, ocorridos no início do ano de 2013.

As investigações revelaram a possível compra de votos para a nomeação da Mesa Diretora do Poder Legislativo no mandato 2013/2014. Onze policiais do Grupo de Atuação Especial contra o Crime Organizado (Gaeco) participaram da nova fase da operação, que resultou na apreensão de documentos relacionados ao fato investigado.

Em novembro de 2016 quatro vereadores foram alvos da primeira fase da operação desencadeada pelo Gaeco. Os vereadores foram conduzidos de forma coercitiva para depor. Vários mandados de busca e apreensão, além de conduções coercitivas foram cumpridos, à época, contra agentes públicos, empresários e advogados.

De acordo com o MPE, existem informações de propinas para a liberação de loteamentos na região. A organização criminosa é formada por agentes públicos, advogados e empresários do ramo imobiliário em Primavera do Leste e região.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet