Olhar Agro & Negócios

Terça-feira, 26 de outubro de 2021

Notícias / Agricultura Familiar

AÇÃO DO PROGRAMA REM

Máquinas apreendidas em áreas de desmatamento ilegal vão fortalecer agricultura indígena em MT

Da Redação - Marcos Salesse

15 Ago 2021 - 09:39

Foto: Reprodução

Máquinas apreendidas em áreas de desmatamento ilegal vão fortalecer agricultura indígena em MT
Máquinas que serviam para derrubar a floresta amazônica agora são aproveitadas para agricultura indígena. Esse é o projeto econômico e social que ocorre em General Carneiro (467 km da capital, Cuiabá). Os tratores esteiras que estão gradeando a terra dos Bororo e Xavante foram retirados de ambientes de desmatamento pelas equipes de fiscalização da Secretaria de Estado de Meio Ambiente (Sema-MT). 

Leia mais: 
Governo decreta possibilidade de convênios com prefeituras para construção de agroestradas

A ação contou com a colaboração do Programa REM Mato Grosso (do inglês, REDD para pioneiros), que constatou a remoção dos veículos. A ideia é que esses maquinários tenham as suas funções revertidas em benefício à população em diferentes situações, seja para ajudar a pavimentar uma estrada, construir uma ponte ou para uso na agricultura familiar.

Neste caso, a prefeitura de General Carneiro resolveu criar um projeto para garantir tanto a renda quanto a segurança alimentar dos indígenas, que estão utilizando os tratores para plantar arroz, milho e feijão.

Ao todo os tratores esteiras irão gradear 58 hectares de plantação, sendo 49 em aldeias xavantes e 8 em aldeias bororos, que fazem parte do município situado ao leste do Estado, próximo da divisa com Goiás. Lá, a vegetação predominante é o Cerrado.

A coordenadora do Fortalecimento Institucional do REM MT, Franciele Nascimento, detalha que a fiscalização tem a possibilidade de remover o maquinário do local do crime ambiental direto para o pátio da prefeitura interessada em reutilizar o trator para benfeitorias na cidade. Isso é feito por meio da empresa contratada pelo REM MT para remover esses maquinários.

Para utilização do maquinário, a prefeitura precisa manifestar interesse prévio através de um cadastro da Coordenadoria de Bens e Produtos Retidos da Sema (CBPR). Essa coordenadoria atua no sentido de receber esses tratores que ficam num pátio da Sema em Cuiabá, bem como já estabeleceu essa rede de municípios que muitas das vezes da área do desmatamento já vai direto para prefeitura, não precisando necessariamente vir para o pátio em Cuiabá", enfatiza Franciele.
.

Franciele destaca que o objetivo do REM é aprimorar a rede de depositários que solicitam esses maquinários apreendidos durante as operações contra o desmatamento na Amazônia, mas também nos biomas do Cerrado e Pantanal.

Sobre o REM 

Lançado na Rio+20, em 2012, o Programa Global REDD Early Movers (REM) (REDD para Pioneiros pela sigla em Inglês) é uma iniciativa coordenada pelos Governos da Alemanha e Reino Unido para incentivar financeiramente os serviços ambientais prestados por outros estados e nações. 

No Brasil, o Acre foi o primeiro estado a receber o incentivo da iniciativa e Mato Grosso também passou a integrar a lista pelos resultados na redução do desmatamento nos últimos 10 anos.

Saiba mais sobre o programa, clicando aqui
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui
Sitevip Internet