Olhar Direto

Notícias / Economia

Dólar segue mau humor externo e fecha dia com alta de 0,81%

G1

14 Jan 2009 - 16:56

Após abrir em queda nesta quarta-feira (15), o dólar inverteu os negócios e fechou com valorização de 0,81% frente ao real, sendo vendida a R$ 2,3460. Na semana, o dólar acumula avanço de mais de 3%.

Durante a primeira parte da sessão, predominou a queda do dólar frente ao real. Mas a piora do cenário externo não foi ignorada. "O mal-estar é muito maior que isso... as notícias são péssimas", observou Alberto Dwec, gerente de câmbio da corretora Souza Barros, acrescentando que as dificuldades globais devem persistir no primeiro semestre de 2009.

A quarta-feira contou com a divulgação de mais dados econômicos negativos, como a queda nas vendas do varejo dos Estados Unidos, o pedido de proteção contra falência da Nortel Networks e o menor crescimento econômico na Alemanha em três anos.

Segundo analistas de mercado, a variação da moeda "é o resultado do que está acontecendo lá fora. A gente só tem más notícias", afirmou João Medeiros, diretor de câmbio da Pioneer Corretora. Nesta quarta-feira, os mercados internacionais operaram em baixa, com desvalorização de mais de 4% na maioria dos fechamentos europeus. O mercado reagiu a más notícias do setor de bancos.

Para Medeiros, o movimento global do dólar também influenciava o mercado de câmbio doméstico.

Nesse contexto, o Banco Central vendeu R$ 1,276 bilhão em dois leilões para o financiamento de emportações, além de realizar um leilão de venda de dólares no mercado à vista.

Terça-feira
Na terça-feira, a ação do BC não conseguiu impedir a elevação da cotação da divisa, que terminou o pregão com alta de 1,35%, aos R$ 2,327. Nesta terça-feira, o Banco Central vendeu US$ 500 milhões em leilão de venda da moeda norte-americana com compromisso de recompra