Olhar Direto

Segunda-feira, 06 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Secretários municipais apresentam ações na Câmara

Da Redação C/ Asssessoria

02 Abr 2009 - 09:43

A  sessão de ontem ( 01 ) da Câmara de Vereadores de Várzea Grande foi marcada pela troca de informações que deve existir entre os poderes Legislativo e Executivo, e pela presença dos vereadores, funcionários da prefeitura, secretários municipais e populares.O secretário municipal de Promoção e Assistência Social, Wilton Coelho foi o primeiro a apresentar os programas e ações da pasta. Relatou os 32 programas sociais que estão sendo desenvolvidos no município e agradeceu a oportunidade.

Wilton também foi questionado pelo Vereador Toninho do Glória sobre a situação das casas do Programa de Arrendamento Residencial – PAR, e declarou ser inadmissível que o município não possa fazer as próprias inscrições para os moradores de Várzea Grande. “Já estamos mantendo contato com a Setecs, responsável pelo programa, para buscarmos o melhor para nossa população", informou.

O segundo secretário a falar foi -presidente do Departamento de Água e Esgoto de Várzea Grande  Jeverson Missias, que detalhou todas as obras de urbanização, saneamento e habitação, referentes ao PAC - Programa de Aceleração do Crescimento que estão sendo executadas no município pelo. Segundo ele, a logística de abastecimento de água no município foi divida em dois sistemas.

“As obras do Sistema Dois do município é pouco conhecida, mas abrange todos os bairros do lado direito no sentido da Avenida Alzira Santana. O valor é de R$ 30 milhões que beneficiará 60% da população de Várzea Grande. Além de adutoras, sub-adutoras e novas redes estamos construindo reservatórios que distribuirão por gravidade a água nesses bairros”, detalhou.

Quanto às regiões Centro e os bairros do Grande Cristo Rei, elas estão incluídos no Sistema Um de abastecimento, que tem previsão para conclusão já em agosto deste ano e obras nos valores de R$ 25 milhões. ”A determinação do prefeito Murilo Domingos é para que essas obras não sejam interrompidas, mesmo no período de chuvas. Por isso pedimos a compreensão da população, pois precisamos abrir o asfalto para levar a rede de água e nesse período a chuva dificulta o trabalho”.
 
Missias informou ainda a terceira fase nos projetos do PAC que envolverá o esgotamento sanitário.

REALINHAMENTO DE TARIFA

 O realinhamento da tarifa de água no município também foi assunto apresentado pelo diretor DAE. De acordo com Missias desde abril de 2004, não há reajuste, enquanto soma-se nesses cinco anos uma inflação acumulada de 30%, um reajuste salarial dos funcionários do DAE em 70% e um aumento nos insumos e produtos químicos utilizados para o tratamento da água em 40%. “Tomamos essa decisão a contra-gosto do nosso prefeito Murilo Domingos e do Tião da Zaeli. Mas seria inviável o funcionamento diante do quadro apresentado. Também estamos instalando os hidrômetros, pois a maioria das contas consumidores era feita em cima da taxa mínima”.

Sitevip Internet