Olhar Direto

Segunda-feira, 27 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

Entrarão em greve

Servidores dos Correios protestam contra insalubridade após morte de colega por "doença do pombo"

Foto: Divulgação

Servidores dos Correios protestam contra insalubridade após morte de colega por
Em protesto pela morte do funcionário Celso Luís, de 43 anos, trabalhadores dos Correios se mobilizaram na Central de Distribuição de Várzea Grande, na manhã desta terça-feira (28). Ele teve morte cerebral constatada no domingo (26), após uma neurocriptococose, doença causada por fungos encontrados em fezes de pombo que ataca o sistema nervoso central. A contaminação, de acordo com os servidores, decorre da insalubridade do local.

Leia mais:
PF cumpre 50 mandados contra tráfico e apreende aeronaves em cinco estados e MT
 
Em comunicado eles alegaram que a instituição é negligente e que as denúncias relacionadas a infestação de pombos, ratos e escorpiões na unidade é freqüente. “Infelizmente os Correios têm dinheiro para pagar patrocínios, altos salários e viagens internacionais aos dirigentes da alta cúpula, mas alegam não ter dinheiro para investir em condições mínimas de trabalho e saúde”, diz o texto.
 
Em 2014 foi feita uma denúncia junto ao Ministério Público do Trabalho em relação à falta de condições de trabalho e sanitárias nas unidades da ECT, mas também não foram tomadas providencias. Diante da situação, os servidores decidiram em assembleia a paralisar as atividades para evitar que outras pessoas sejam contaminadas até que o problema seja resolvido.  
 
Celso Luís ficou internado em estado grave por 15 dias, no Hospital Santa Rosa. Ele era morador do Bairro Cristo Rei e trabalhava há 23 anos no Correios. Ele deixa uma esposa e uma filha de 12 anos.

A assessoria dos Correios enviou nota ao Olhar Direto onde reafirma que os Correios atuam por meio de ações para evitar a infestação de pombos em todas as suas unidades.

Veja a íntegra da nota:

"Em respeito à Legislação Ambiental, os Correios atuam por meio de ações para evitar a infestação de pombos em todas as suas unidades. Essas ações incluem desde proteção com telas em locais de maior vulnerabilidade, instalação de cortinas de borrachas em portas de entrada, repelentes para evitar o pouso dos animais, além da instalação de equipamento sonoro ultrassônico com objetivo de espantar as aves.

As medidas vêm sendo tomadas pela empresa em alinhamento às demandas apontadas pela Comissão Interna de Prevenção de Acidentes - CIPA e têm dado resultado, tanto que nas atas recentes não há registro de reincidência sobre o assunto.

Sobre a internação do empregado dos Correios em Mato Grosso, Celso Luis Gomes, informamos que, desde que tomou conhecimento sobre o quadro de saúde do empregado,  a empresa tem prestado suporte à família, aos demais empregados e colegas de trabalho. 

 Com relação à unidade onde o empregado Celso Luis Gomes trabalha, além das ações citadas, outras medidas serão desenvolvidas em caráter prioritário, desde a limpeza geral das torres e dos condicionadores de ar do prédio, dedetização geral da unidade e a realização de exames preventivos nos empregados".
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet