Olhar Direto

Domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Emanuel reforça pedido de ajuda para salvar Santa Casa: "não quero saber quem é o pai"

Da Redação - Érika Oliveira

02 Mai 2019 - 12:02

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Emanuel reforça pedido de ajuda para salvar Santa Casa:
O prefeito de Cuiabá, Emanuel Pinheiro (MDB), e o governador Mauro Mendes (DEM) finalmente vão se reunir para tratar da crise da Santa Casa de Misericórdia, fechada há dois meses por problemas financeiros. No encontro, Mendes deve apresentar um plano de recuperação do hospital, elaborado pela Secretaria de Estado de Saúde. A reunião ocorrerá depois de um “festival” de trocas de farpas entre os dois e com um apelo do emedebista, para que o governador deixe qualquer questão política de lado e se una a ele para retomar as atividades do filantrópico.

Leia mais:
Deputado diz que Emanuel 'abre mão' e pode repassar verba da Santa Casa para o Estado gerir

“Se o pai da criança vai ser o prefeito, o governador, não estou preocupado, eu quero ajudar a resolver. O governador já sabe disso, o ministro [Mandetta] sabe disso. Uma coisa é certa: município e Estado têm que estar juntos. Sozinho nenhum consegue. Agora o governador resolveu entrar na parada, até nos convidou para uma reunião hoje, onde estou levando os vereadores comigo, e vamos ver qual a novidade que o governador tem para nós, mas estamos bastante esperançosos. Mas, principalmente, Prefeitura e Estado têm que estar de mãos dadas independente de política. Esquece política, vamos pensar no povo, na Santa Casa, nos serviços que ela presta pra população carente e nos trabalhadores que estão há 7 meses sem receber”, disse o prefeito, à reportagem do Olhar Direto.

Atualmente, conforme preconiza a legislação que rege o Sistema Único de Saúde, a Prefeitura de Cuiabá é quem detém a gestão plena dos serviços de saúde da Capital, o que inclui os atendimentos prestados pela Santa Casa e demais entidades filantrópicas.

As divergências entre Emanuel e Mauro Mendes começaram quando o governador passou a destacar, em entrevistas, que não teria responsabilidade sobre o fechamento do hospital, ocorrido em 11 de março. O prefeito de Cuiabá, por sua vez, frisa o volume de pacientes do interior do Estado que recebem atendimento na Capital, cerca de 70% segundo ele.

Na semana passada, citando “inércia” por parte da Prefeitura, o Governo do Estado anunciou, então, a elaboração de uma proposta para a reabertura da unidade, mas não mencionou se irá tomar para si as atribuições que hoje cabem ao Executivo Municipal.

“A gestão da Santa Casa ela não é publica, a gestão é privada. O que cabe à Prefeitura é passar o teto MAC [Financeiro de Média e Alta Complexidade] para que eles prestem serviços e atendam a população cuiabana. Eu não estou preocupado em quem vai ser o pai da criança, eu to preocupado em resolver o problema da Santa Casa de Misericórdia, porque ela precisa voltar a atender e os trabalhadores precisam receber, porque a situação é desesperadora, cerca de 7 meses de salários atrasados. É isso que me angustia”, reforçou Emanuel Pinheiro, na manhã desta quinta-feira (02).

5 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Critico
    02 Mai 2019 às 14:53

    Precisa saber sim, quem ROUBOU a Santa Casa. Senão fica fácil rouba e o estado paga a conta!

  • Zeca
    02 Mai 2019 às 13:35

    Infelizmente os órgãos públicos estão infestados de servidores, graças a legislação trabalhista ser tão ineficaz, que contribui para isso. Onde poderia estar um servidor desenvolvendo suas funções há dez produzindo muito pouco e onerando sobremaneira o erário.

  • Raimundo
    02 Mai 2019 às 13:12

    Só quero saber que estou de paletó.

  • Aguinaldo Barbosa
    02 Mai 2019 às 13:09

    "não quero saber quem é o pai" em relação a quem vai ajudar a salvar. Agora quem levou vantagem pra Santa Casa estar nesta situação, todos brasileiros queremos saber.

  • Bruno
    02 Mai 2019 às 13:01

    Nem é preciso tanta argumentação. Basta verificar qual a função da Santa Casa. Vergonha o Governo do Estado, (gestão passada) ter deixado a saúde da Capital em colapso!!! Vergonha, vergonha, vergonha. Nem seria preciso intervenções ou ações de MP, para que os gestores tomassem as medidas necessárias. Como pode um pai ou mãe, ver seu filho cambaleando e não dar as mãos?

Sitevip Internet