Olhar Direto

Domingo, 20 de outubro de 2019

Notícias / Política MT

Empréstimo dá ‘folga’ de R$ 750 mi a MT e possibilita atender servidores, projeta Gallo

Da Reportagem Local - Érika Oliveira/ Da Redação - Lucas Bólico

11 Set 2019 - 16:10

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Empréstimo dá ‘folga’ de R$ 750 mi a MT e possibilita atender servidores, projeta Gallo
O empréstimo junto ao Banco Mundial e a quitação da dívida com o Bank of America (BofA) irá garantir um fôlego de cerca de R$ 750 milhões (com base na atual cotação do dólar) no próximos anos do governo Mauro Mendes (DEM). Agora a dívida dolarizada do Estado foi alongada e tem melhores condições de pagamento. A operação financeira é parte da estratégia para reequilibrar as finanças do Estado e será fundamental para que o Paiaguás volte a poder conceder melhorias ao funcionalismo público. Atualmente, com a Lei de Responsabilidade Fiscal ‘estourada’, MT não pode aumentar em nada o gasto com pessoal.

Leia também:
Após conseguir empréstimo, Governo quita dívida com o Bank of America
 
“O reequilíbrio financeiro do estado e fiscal traz uma consequência que é melhorar - não diria que seria apenas esse episódio do Bank of America, da quitação da dívida, é um das medidas que foram adotadas e que caminham uma trajetória de sustentabilidade fiscal - mas nos trará de volta ao patamar dos 49% de gasto com pessoal e, voltando aos 49%, certamente a agenda com o servidor, a agenda é bom dizer, que é a agenda financeira, aquilo que toca ao servidor que é o salário, mas nas condições de trabalho, o governo está trabalhando para melhorar as condições de trabalho. Essa agenda certamente é permanente com o servidor público, de respeito, diálogo e transparência. Certamente com o reequilíbrio, a nossa tendência é de melhora, inclusive com o indicador que hoje está em 57,8% e devemos chegar em 49%. Esse é o trabalho que estamos fazendo”, explicou Rogério Gallo, após a quitação da dívida junto ao BofA.
 
A dívida anterior terminava antes que a atual, mas era mais onerosa ao Estado, Segundo Gallo. “Traz um alívio para os próximos três anos, o que é muito relevante ,o que o governador tem dito, ao invés de ficar pagando amortização de dívida e juros para banqueiros, nós vamos nos próximos três anos ter caixa no valor ai entre R$ 700 milhões – R$ 750 milhões na cotação de hoje para investir em saúde e educação, que será fundamental para o equilíbrio do estado e para uma boa prestação de serviço”.
 
Outra crítica feita ao empréstimo anterior, é que ele não permitia mecanismos para prevenir o Estado de possíveis alterações cambiais que “encarecem” a dívida e prejudicam o fluxo de caixa no Estado. Feita no governo Silval Barbosa, antes grave crise em que o país se mergulhou, a operação com o BofA foi pensada em um cenário de aparente estabilidade monetária. De lá para cá, o real se desvalorizou e o valor pago nas parcelas, com a valorização do dólar, aumentou muito além do previsto. Desta vez, operação financeira prevê a contratação de hedge – mecanismo que neutraliza alterações cambiais.
 
“Nós quitamos todas as dívidas. Nós não devemos mais para os americanos. Agora o nosso credor é o Banco Mundial, que é uma associação de quase todas as nações do mundo, com taxas de juros menores. Isso nos trará nos próximos, que com alongamento da dívida e possibilidade de fazer o hedge cambial. Nós temos uma equipe que está analisando o comportamento do dólar daqui para frente para que não ocorra os mesmos problemas do passado. Isso já nos traz, já nesse mês, um alívio de caixa. Nós teríamos que pagar R$ 150 milhões e pagamos [entre] 60 – 70 milhões de reais que foram dirigidos para o Banco Mundial”.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jose Ricardo
    12 Set 2019 às 08:13

    Que tal atender menos aos servidores e servir mais aos que precisam ser atendidos? O governo deve trabalhar para a população e não a população trabalhar para sustentar o governo.

  • Liu
    11 Set 2019 às 21:42

    Até parece que esse dinheiro entrou na conta única do estado. Reportagem tendenciosa. Todo o dinheiro foi direto para conta do bank of america, quitando a dívida e contraindo outra. Alongou a dívida que estava quase quitada, empurrando o problema para o próximo governo, que com fé em Deus não será Mauro e seus secretário. Vamos ser honestos e dar a devida transparência aos dados e o informações a população que é quem paga a conta. Isso é previsto em lei senhor procurador

  • Luciano
    11 Set 2019 às 21:10

    E os fornecedores do estado irão receber também... saudades de Maggi e Silval Barbosa esse eram cumpridores de contrato pelo menos pagavam em dia

  • João
    11 Set 2019 às 20:40

    Migué... enquanto vigorar a emenda do teto de gastos, as despesas com pessoal estão limitadas pela inflação. Esse governo é contra o servidor! Acordem! Quando chegar nos 49%, a ladainha já estará na ponta da língua: ah, mas tem o teto de gastos...

  • JORGE LUIZ
    11 Set 2019 às 20:18

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Elisabeth Moraes
    11 Set 2019 às 20:03

    Volta a paga meu pai dia 30 fazendo favor.

  • CAMINHONETES OFICIAS DO GOVERNO!
    11 Set 2019 às 17:35

    QUERIA ENTENDER SE O GOVERNO ESTA EM CRISE PQ TEM VARIAS CAMINHONETE ALUGADAS PELO GOVERNO ANDANDO PELA CIDADE DE CUIABÁ, SERÁ QUE O GOVERNO NÃO POUPARIA DINHEIRO SE ALUGA-SE SOMENTE CARROS COMUNS EM VEZ DE DEIXAR UMA PESSOA OU DUAS NO MÁXIMO ANDANDO DE CAMINHONETE PELA CIDADE. O GOVERNO DEVERIA REVER AS PRIORIDADES NA CONTRATAÇÃO DE CAMINHONETES PELOS ÓRGÃOS DO GOVERNO SE HAVERIA ESSA REAL NECESSIDADE DE ALUGAR UM CARRO MAIS CARO E QUE GASTA MAIS COMBUSTÍVEL. REVEJAM ESSA POLÍTICA DE ALUGUEL DE CAMINHONETES PELO GOVERNO DE MATO GROSSO.

  • Jean
    11 Set 2019 às 17:29

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • alexandre
    11 Set 2019 às 17:24

    do legislativo e judiciario...

  • Willian
    11 Set 2019 às 16:45

    kkk. Esse dinheiro é para colaborar com outras coisas. Já está em todos os outros sites que os deputados já estão combinando sentar com o governador para terem suas emendas pagas. Só assim para eles votarem as "pautas bombas". Mal o bicho morreu e os urubus já vão na carniça.

Sitevip Internet