Olhar Direto

Segunda-feira, 26 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

Marido confessa feminicídio de comerciante e aponta momento de fraqueza por traições de mulher; vídeo

Da Redação - Fabiana Mendes

21 Nov 2019 - 09:40

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Marido confessa feminicídio de comerciante e aponta momento de fraqueza por traições de mulher;  vídeo
Preso por matar a esposa Soraya Monteiro, de 43 anos, o suspeito Claudecy Nunes, 48 anos, confessou o feminicídio e disse ter tido um momento de fraqueza pois a comerciante estaria supostamente lhe traindo. A vítima estava desaparecida desde a última segunda-feira (18), segundo boletim de ocorrência registrado pelo filho do casal, em Torixoréu (560 quilômetros de Cuiabá).

Leia mais:
Comerciante é preso por assassinar esposa e tentar forjar que ela fugiu com amante para RJ

Ao ser preso pela Polícia Militar, Claudecy Nunes contou que eles tinham um relacionamento de 25 anos, com dois filhos. "Eu gostava tanto, mas ela estava me traindo. Foi um momento de fraqueza. Apertei o pescoço dela", disse.

A comerciante foi enterrada em uma fazenda, onde o pai do suspeito trabalhava.  O filho da vítima, Hudson Cláudio Monteiro, relatou que estava recebendo mensagens de texto de um número desconhecido, que se identificava como sua mãe, relatando que estava em viagem ao Rio de Janeiro, com um amante.

Claudecy tentou forjar, por mensagens de texto, que ela teria fugido com um amante. Desconfiado, o filho pediu que a mãe enviasse um áudio ou fizesse uma ligação. Situação que não aconteceu. Desta forma, um PM foi até a casa da vítima, mas não a encontrou.

Claudecy chegou a comparecer na Delegacia junto com os filhos. Mas durante diligências para apurar o caso, ele acabou confessando o crime, entregou o aparelho celular que estaria usando para mandar as mensagens e mostrou a localização do corpo.

"Acabou minha vida. Me arrependi na hora, ainda pensei que ela voltava o fôlego. Ela falava na cara dura que estava [traindo]. No momento fraco, eu não aguentei.  Peguei ela me traindo", alegou na Delegacia.

Devido ao estado avançado de decomposição do corpo, não houve velório. Claudecy foi preso e encaminhado para a delegacia da cidade de Barra do Garças, onde foi autuado por homicídio e ocultação de cadáver. A Polícia Civil investiga se o acusado premeditou o crime. 

Veja vídeo:




Com informações Araguaia Notícia

 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet