Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Notícias / Cidades

‘Mamãe Noel’ denuncia aposentado por tentar beijá-la à força no Shopping Estação

Da Redação - Wesley Santiago

06 Dez 2019 - 09:00

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

‘Mamãe Noel’ denuncia aposentado por tentar beijá-la à força no Shopping Estação
Um aposentado de 60 anos foi detido e encaminhado para prestar esclarecimentos por supostamente tentar beijar à força uma funcionária do Shopping Estação que trabalha como ‘Mamãe Noel’, na noite da última quinta-feira (5). Clélio Diirkes de Oliveira foi ouvido pela polícia e liberado horas depois. Ele responderá por perturbação da tranquilidade.

Leia mais:
Homem que espancou mulher recém operada é preso ao ameaçar pessoas em casa de carne de bairro nobre
 
Oliveira procurou a reportagem do Olhar Direto para desmentir a denúncia. Ele revela que somente abraçou ‘Mamãe Noel’ no shopping de Cuiabá. Conforme as informações do boletim de ocorrências, a vítima relatou que estava trabalhando, quando o suspeito foi em sua direção e a abraçou. Ela diz que ainda tentou se desvencilhar, colocando os braços a frente do corpo e pedindo para que ele parasse. Porém, Clélio teria continuado abraçando-a, até que tentou beijá-la. A mulher conseguiu abaixar o rosto, sendo que o homem encostou os lábios em sua cabeça.
 
Ainda de acordo com a versão da vítima, Oliveira teria continuado a abraça-la, não permitindo que ela saísse. Somente depois de muita insistência, a vítima teria conseguido se soltar e correr para o banheiro, chorando bastante. Uma colega de trabalho dela também presenciou a situação.
 
A Polícia Militar foi acionada, deteve o suspeito e o encaminhou para a Central de Flagrantes. Ficou designada audiência sobre o caso para o próximo dia 17 de dezembro.

Histórico 

Em julho deste ano, Clélio foi detido quando estava na Casa Comercial Boi do Mato Casa de Carne, no bairro Duque de Caxias, com uma pistola supostamente ameaçando um cliente. Na ocasião, ele teria se apresentado como Policial Rodoviário Federal (PRF), o que foi desmentido posteriormente.
 
Em abril deste ano, Clélio foi preso por acusado de ter espancado a esposa de 39 anos e o seu enteado de 14, no bairro Santa Rosa, em Cuiabá. A mulher havia acabado de passar por uma cirurgia.
 
Segundo o boletim de ocorrências, as agressões teriam começado depois que o suspeito chegou na residência muito agressivo e embriagado. A vítima relata que teria sido puxada pelo cabelo e chutada, além de ter a cabeça batida na parede.
 
Depois das agressões, a mulher disse que o homem também agrediu o enteado. Antes deste episódio, segundo a vítima, ele já havia quebrado o notebook dela. Na ocasião, Clélio também teria se apresentado como PRF, mas o órgão desmentiu a informação por meio de nota.
 
Ainda em entrevista ao Olhar Direto, Clélio negou a versão da ex-mulher também neste caso anterior. Ele apresentou imagens de hematomas e disse que foi agredido na ocasião. Quanto à suposta apresentação como Policial Rodoviário Federal, sustenta que foi a sua ex que deu essa informação para a polícia.

Atualizada às 15h15.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet