Olhar Direto

Sexta-feira, 21 de fevereiro de 2020

Notícias / Cidades

Operário de Várzea Grande desiste de contratar goleiro Bruno

Da Redação - Fabiana Mendes

22 Jan 2020 - 14:25

Foto: Cristiane Mattos/AFP

Operário de Várzea Grande desiste de contratar goleiro Bruno
O Clube Esportivo Operário Várzea-Grandense (CEOV) informou, nesta quarta-feira (22), que não irá mais contratar o goleiro Bruno Fernandes, condenado a mais de 20 anos de prisão pelo sequestro, assassinato e ocultação do cadáver de Eliza Samudio, em 2010. Um comunicado foi emitido à imprensa sem detalhar o motivo da desistência. Nos últimos dias, empresas que patrocinam o Campeonato Mato-grossense desautorizaram o uso das marcas no uniforme do clube e manifestantes protestaram contra a contratação. 

Leia mais:
Após protesto, Operário reavalia contratação de goleiro Bruno

Na noite de terça-feira (21), dezenas de pessoas se reuniram no entorno do estádio Dito Souza, instalado no bairro Cristo Rei, em Várzea Grande, onde seria realizada uma partida de futebol do tricolor. As mulheres estavam vestidas de preto e, além de cartazes, seguravam um cartão vermelho nas mãos, que indica a expulsão de um jogador em uma partida de futebol.

O ato organizado pelo Bloco das Mulheres contou também com a presença de homens. Diversos cartazes foram expostos com frases do tipo: 'Feminicida não pode ser exemplo'; 'Matar mulher é grave sim'; 'Não compre ingresso, não pague para ver feminicida'; 'Operário sim, assassino não'.

Manifestantes repudiam contratação do goleiro Bruno pelo Operário

Também na terça-feira, a Martinello anunciou que desautorizou o uso da marca nos uniformes do time e em painéis utilizados em entrevistas. A empresa alegou não concordar “que condenado por crime tão grave e torpe seja elevado ao patamar de ídolo esportivo, pois o esporte é para cidadãos exemplares que cultivam a vida, o respeito ao próximo e o espírito de equipe”.

Na segunda-feira (20), a cooperativa Sicredi anunciou que irá retirar sua marca dos uniformes, mas alegou que ausência do logo nas camisetas do Operário ocorre em função da estratégia da empresa. Ao Olhar Direto, a assessoria informou que o Sicredi patrocina a Federação Mato-Grossense para o Campeonato Estadual de Futebol 2020 e não o Operário. Acrescentou ainda, por meio de nota, que não comenta as contratações de jogadores feitas pelos clubes.

Confira abaixo o pronunciamento do Operário por meio de nota:


 
Atualizada às 14h36

39 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • LULA
    23 Jan 2020 às 21:52

    atila o primero tijoulo quen nom teim percado

  • Josias de Moraes Costa
    23 Jan 2020 às 20:52

    Blá, blá, blá. Muita conversa e pouco proveito. Nesta hora quase todo mundo vira juiz.

  • AVANÇA MT
    23 Jan 2020 às 18:13

    QUANDO ELE COMETEU O CRIME JÁ DEVERIA SABER QUE NÃO SAIRIA DA CADEIA , MAS NOSSO DEPUTADOS E SENADORES, APROVAM LEIS CONTRÁRIAS AOS ANSEIOS DA SOCIEDADE , PARA BENEFICIAR BANDIDOS DE TODO TIPO INCLUSIVE A ELES MESMOS ,ENTÃO NÃO REELEJA ESSES NOVAMENTE ,MUDE RENOVE!

  • Lia
    23 Jan 2020 às 11:17

    Não irei refazer meu comentário, vcs só publicam o que é de interesse pra vcs, triste essa censura

  • Lia
    23 Jan 2020 às 08:50

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Marcio Benedito de moraes
    23 Jan 2020 às 07:16

    tem que ter repúdio com o preço da carne preço do combustível , tem que ter repúdio quando o prefeito em vídeo colocando dinheiro em palito , tem que ter repúdio quando o governador em 2014 roubou mas o estádio e devolveu só um terço bando de ipoclitas

  • Noemi
    23 Jan 2020 às 01:45

    Ainda bem! Eu não gostaria de encontrar esse sujeito no shopping, supermercado, etc.

  • Raphael
    22 Jan 2020 às 23:50

    Parabéns, mulheres, pessoas de bem e sãs!

  • Alguem
    22 Jan 2020 às 23:30

    O que MAIS ME ASSUSTA são mulheres defendendo a contratação dele! Vcs devem ter algum problema psiquiatrico ou costume de apanhar do "coitado" do cônjuge. Não tem outra explicação! Ele quer refazer a vida? Primeiro confessa o crime e onde está o corpo da mãe do filho dele, pq a falta da mãe ele nunca vai reparar. Depois, vai trabalhar com salário mínimo, no pesado, ao invés de querer fama!

  • Luiz
    22 Jan 2020 às 21:47

    Gostaria de saber a posição de uma tá fundação nova chance que tem com objetivo inserir reeducando na sociedade, que não fez até o momento contrapondo , diante das manifestação contrário, ressocialização dos detentos no regime semi aberto até mesmos do pessoal da justiça que tem projetos ocupacional para esse reeducando, mas continuo com a proguinostico que tudo não passou de falácias, o clube não tem condições financeiras de contratar nem o lendário mão de onça imaginem o Bruno apesar do passado. O resto é só piada sheu mano