Olhar Direto

Terça-feira, 26 de maio de 2020

Notícias / Política MT

Mato Grosso tem 73 casos suspeitos de coronavírus, segundo governo

Da Redação - Wesley Santiago

20 Mar 2020 - 17:35

Foto: Reprodução/Ilustração

Mato Grosso tem 73 casos suspeitos de coronavírus, segundo governo
O secretário de Saúde (SES), Gilberto Figueiredo, informou na tarde desta sexta-feira (20) que o governo trabalha com o número de 73 pacientes suspeitos de coronavírus no Estado. Até o momento, apenas um dos que testaram positivo teve resultado da contraprova divulgado. Sendo assim, o Executivo confirma, de forma oficial apenas um caso da doença. Porém, há outros dois que tiveram exame sinalizando a Covid-19.

Leia mais:
Com coronavírus, empresário crê que transmissão comunitária já é realidade em MT
 
O secretário disse, em transmissão pela internet, que até o momento três casos testaram positivo em unidades particulares e que somente um teve a contraprova divulgada. Todos os pontos continuam sendo acompanhados.
 
“Estamos pedindo para que as pessoas continuem em casa e procurem as unidades de saúde em caso de sintomas graves gripais. Os testes serão, neste momento, exclusivos para os que estão nesta situação”, explicou o secretário.
 
Em caso da suspeita, o secretário pontua que é feita toda uma investigação para saber com que outras pessoas o paciente teve contato. “É uma epidemia que não era esperada nesta proporção no mundo”.

GIlberto ainda explicou que o número de casos divulgados por hospitais particulares incluem pacientes que procuraram atendimento com sintomas gripais leves e que não entram no protocolo que os define como suspeitos.

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Cuiabana
    21 Mar 2020 às 07:59

    Pelo menos uma nota do governo sobre infectado. Mas tô sentindo falta de mapeamento mais detalhado. Onde moram e trabalham os infectados? Pq se soubermos os bairros, locais mais frequentados, podemremos antever um próximo foco. É dificil fazer isso? Aqui não tem infetologista com essa capacidade? É muito mais fácil prever e focar a quarentena em determinados lugares, pq não da pra monitorar todo mundo. Precisam de estratégia.

Sitevip Internet