Olhar Direto

Quarta-feira, 08 de julho de 2020

Notícias / Cidades

Secretário prevê que 20% dos infectados com coronavírus precisarão de internação em MT

Da Redação - Max Aguiar

26 Mar 2020 - 14:21

Foto: Christiano Antonucci - SecomMT

Secretário prevê que 20% dos infectados com coronavírus precisarão de internação em MT
O secretário estadual de Saúde, Gilberto Figueiredo, confirmou que dos infectados por coronavírus em Mato Grosso, apenas 20% precisarão de internação. Os outros 80% precisarão apenas de cuidados básicos em casa. 

Leia mais:
Prefeitos de cidades sem coronavírus terão que justificar fechamento de cidades, diz governador

Outro dado apresentado pelo secretário é sobre o possível surto ou pico da doença no estado. Muitos se preocupam com o mês de abril, mas Gilberto afirmou que esse crescimento drástico será no final do próximo mês e começo do mês de maio. 

"Praticamente 80% da população não vai precisar nem ir na UPA, tão pouco ser hospitalizada. Algo em torno de 20% poderá ter uma internação. E é nesse foco da mitigação que estamos trabalhando nesse momento. Paralisando as cirurgias eletivas e reservando espaços para casos de agravo do coronavírus", disse o secretário. 

Prevendo um possível pico de surto de coronavírus, o estado se preparando para receber os pacientes, que seriam novos 600 casos da pandemia. "Por isso estamos construindo 200 leitos em um hospital existente, acoplada em uma unidade com requezitos já prontos. Prevendo que após a passagem da pandemia, teremos capacidade de atender pacientes em um hospital, sem precisar levantar acampamento de uma área como estádio de futebol", disse o secretário. 

Atualmente, 487 leitos SUS e 609 leitos privados estão disponibilizados dentro de Mato Grosso para atender os pacientes. Porém, até o período da tarde, será diagnosticada a situação de todo estado para saber quantos quartos, enfermaria ou UTIs estão disponíveis. 

Gilberto ainda frisou que Estado se preparando com profissionais para combater o vírus no estado. Leitos estão preparados para um possível cenário de complicação. Uma das saídas será a contratação de novos profissionais. 

"Estamos em fase final de um edital de recrutamento do profissional da área da saúde para contratar em caráter emergencial profissionais para trabalhar nesse período. No Hospital Santa Casa, Hospital Júlio Muller e parte do Hospital Metropolitano, estão preparados para atender os pacientes. Estamos fazendo plano para o pior cenário, mas torcendo para não chegar nesse pior cenário, que seria no final de abril e começo de maio", concluiu o secretário. 

9 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • DANIEL
    27 Mar 2020 às 12:24

    Meu Deus!! Gente, usa o Google antes de falar bobeira. 10% de internação só o Bolsonaro falou, sem qualquer amparo (olhem o site do governo federal www.saude.gov.br) ninguém mais no mundo fala isso... todos falam em 20%. No melhor cenário, sem isolamento, serão 25% infectados (900 mil) em 06 meses (150 mil por mês). No pior, 50% (1,8 milhão) em 03 meses (600 mil por mês) - dados da OPAS, MIT e OMS, só ler. Mesmo na estatística inventada pelo Presidente, 10% vai de 15 a 60 mil por mês internados, 1% vai de 1,5 a 6 mil UTI por mês. OMS fala em 20% internados (30 a 120 mil por mês) e 3% UTI (4,5 a 18 mil por mês). MT tem 499 leitos de UTI pública, hoje 05 vagas, e mais 512 UTI particulares (só pra quem tem dinheiro). Mesmo nos cálculos do Presidente, sem todas as precauções e isolamento social (mantendo setores essenciais e sua cadeia de produção) vão faltar de 500 a 5000 UTIs por mês, começando daqui uns meses.

  • Gilberto Boesing
    26 Mar 2020 às 18:40

    Secretario maria vai com as outras, mediocre...

  • DELCIO JANKE
    26 Mar 2020 às 18:19

    GRAÇAS AO BOM SENSO E A INTELIGÊNCIA DO POVO BRASILEIRO ESTA CAINDO A FICHA.....O CORONA JA ESTA SENDO DERROTADO..JUNTO COM ESSA ESQUERDALHA SAFADA QUE TENHO CERTEZA VAI SER BANIDA DO MEU QUERIDO PAÍS....SO FALTA ACABAR COM ESSE CONGRESSO ORDINÁRIO CHEIO DE LADRÕES......VIVA O BRASIL!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!!

  • Cidadã
    26 Mar 2020 às 17:33

    Despreparado! Faz um favor pra nós: fica quieto. Até o tolo se passa por sábio quando fica calado. Se dá uma chance.

  • Junior
    26 Mar 2020 às 16:49

    20% ou 10%, se 400.000 contrair, será 40.000 ou 80.000 e o Estado não tem capacidade nem para 2.000. Sifú

  • luiz otavio
    26 Mar 2020 às 16:40

    falou bobagem ,mostra despreparo para exercer a função

  • Chico Bento
    26 Mar 2020 às 15:54

    Alarmista, é assim que essa gente trabalha! Quanto mais terrorismo, mais histeria provocarem, mais dinheiro vem entendeu?

  • Ela
    26 Mar 2020 às 15:06

    Quanto pior melhor, neh?

  • Alarmista
    26 Mar 2020 às 14:48

    Porque 20 % ? Se as estatística mostram que 10% precisarão de algum atendimento , o restante são formas que se tratam em casa ! E 3% precisarão de hospitalização ou uti ! Aí eu pergunto : alarmismo ou desinformação ?

Sitevip Internet