Olhar Direto

Quarta-feira, 03 de junho de 2020

Notícias / Cidades

Aline aprendeu a se maquiar para esconder as marcas de espancamento e não houve traição, diz amiga

Da Redação - Isabela Mercuri

05 Abr 2020 - 08:39

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto / Reprodução (Detalhe)

Aline aprendeu a se maquiar para esconder as marcas de espancamento e não houve traição, diz amiga
A vítima de feminicídio Aline Gomes de Souza, de 20 anos, aprendeu a se maquiar para esconder as marcas de espancamento, disse sua amiga Jessika Silva, em uma postagem no Facebook. Segundo ela, a colega escondia muitas coisas da família e amigos, e acreditava que seu algoz, Raony Silva de Jesus, poderia mudar.

Leia também:
Agressor e vítima confinados: queda na violência doméstica não significa que agressões pararam

Aline foi morta a facadas na noite de quinta-feira (2), no condomínio Chapada dos Bandeirantes, no bairro Chácara dos Pinheiros, em Cuiabá. Segundo testemunhas, o casal havia discutido por ciúmes e a descoberta, por redes sociais, de uma traição supostamente cometida pela vítima. Os primeiros golpes de faca foram dados ainda dentro do apartamento. Na ocasião, a mãe de Raony ajudou para que a vítima fugisse.
De acordo com a Polícia Civil, Aline correu até a guarita do condomínio para pedir ajuda, mas Raony a perseguiu e matou com vários golpes de faca nas costas. A jovem não resistiu aos ferimentos e morreu no local. Já o suspeito fugiu, mas depois se entregou na Delegacia de Delitos de Trânsito (Deletran).
 
A Aline sofreu muito na mão desse monstro por muito tempo , mas gostava muito dele, sempre acreditou na mudança dele mesmo passando por tudo que passou. Ela sofria muitas ameaças quando falava em separar dele, apanhava e quem conhece sabe o quando a família e amigos deram conselhos pra ela se separar dele. Ela escondia muita coisa de todo mundo, por isso não julguem alguém por isso, não fale nada sem pensar, porque às vezes a pessoa pode não querer desabafar por medo do que vão pensar ou falar delas”, lamentou Jessika no Facebook.

A amiga ainda afirmou que a traição, motivo dado pelo suspeito, não aconteceu, e que o casal estava separado. “Eles não estavam mais juntos, ele foi ver o filho. Ela morava em condomínio fechado e autorizou a entrada dele. Essa versão acima [da traição] é dele, claro, para a vítima sempre sair como ‘culpada’, e mesmo que houvesse traição não teria direito de tirar a vida de ninguém, a não ser  por legítima defesa”, completou.
Raony foi encaminhado à Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP), onde foi autuado em flagrante pelo crime de feminicídio pelo delegado plantonista Marcel Gomes de Oliveira. 

Serviço

Ligue 180 foi criado pela Secretaria de Políticas para as Mulheres da Presidência da República (SPM-PR), em 2005, para servir de canal direto de orientação sobre direitos e serviços públicos para a população feminina em todo o país (a ligação é gratuita).
 
Ele é a porta principal de acesso aos serviços que integram a rede nacional de enfrentamento à violência contra a mulher, sob amparo da Lei Maria da Penha, e base de dados privilegiada para a formulação das políticas do governo federal nessa área. 

20 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sampaio
    06 Abr 2020 às 18:11

    Com todo respeito as mulheres , mas não consigo entender onde e de que maneira , e que amor é esse que ? tanto do lado da vitima , ou do lado do algoz , sinceridade mas nesse caso os dois lados são culpados , um monstro covarde , e uma vitima submissa ...

  • Lana Del
    06 Abr 2020 às 13:53

    O que mais me dói é ler comentários de mulheres contra mulheres. Analisar a situação de fora, sem ao menos saber um pouco da vida dos dois é bem fácil... tudo na teoria é bem fácil. Sonho com o dia que todos, TODOS, irão entender que a culpa é sempre do agressor e não da vítima. Sempre!!! Em todos os casos...

  • Cuiabano de coração
    06 Abr 2020 às 11:15

    Sou a favor de além da lei maria da penha, se criar uma comissão disciplinar com 5 lutadoras de MMA, coloca o machão no octogono com elas e manda ele bater .... filma tudo e põe na internet....vai ter muito valentão depois disso....

  • O Próprio
    06 Abr 2020 às 11:09

    Todos que estão chocados com esse crime covarde tem OBRIGAÇÃO de protestar pela implantação da prisão perpétua e/ou da pena de morte (refazendo a CF, condição sine qua non). Caso contrário, não passam de abutres hipócritas que só querem fazer da uma morte cruel um palco político sem qualquer resultado prático para inibir novos crimes do gênero.

  • O Próprio
    06 Abr 2020 às 11:03

    E eu jurava que era mais fácil separar! Mas é isso aí, o capitalismo te pegou “com força”, hein?!

  • Xavier
    06 Abr 2020 às 08:54

    De agora em diante. Borduna nele sem dó. Aplique 3 x dia.

  • Bozolino
    06 Abr 2020 às 05:48

    NESSE MUNDO SO TEM SANTO E SANTAS E BLA BLA BLA!

  • santiago
    05 Abr 2020 às 21:58

    tanto quem bate e quem trai é porque nao tem amor de ambas as parte separa ..infelismente essa moça nao teve a oportunidade pra recomeçar de novo

  • Marcos
    05 Abr 2020 às 18:25

    Nessa matéria, tirando apenas um comentário, nota-se a triste realidade sobre a linha de pensamento da grande maioria das pessoas ao banalizar uma situação dessas e simplesmente culpar a vítima, pela violência bárbara que sofreu. Isso é um assunto sério, mesmo que a vítima tivesse traído, isso não seria motivos pra perder a vida dessa forma. A sociedade está doente, ávida por sangue, qualquer motivo por mais bobo que seja é digno de assassinato e no mínimo um espancamento. A culpa disso tudo é atribuída à vítima justamente por não se encontrar respaldo em tamanha maldade, tamanha banalidade nesses atos violentos. "SE NÃO FOSSE A VÍTIMA NÃO EXISTIRIA TANTA VIOLÊNCIA". Não é mesmo?

  • Mario
    05 Abr 2020 às 18:14

    Eu desejo que que na próxima rebelião ou motim que houver no presídio que estiver esse monstro ele seja decapitado !

Sitevip Internet