Olhar Direto

Sexta-feira, 24 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

DOMINGO DE PÁSCOA

Suplente de deputado critica Igreja Católica por promover "banho de água benta" com aviões em cidade de MT

Foto: Reprodução - Arquivo Pessoal

Suplente de deputado critica Igreja Católica por promover
O suplente de deputado estadual pelo PSL, produtor rural Gilberto Cattani, criticou o ato da Igreja Católica de Nova Mutum (distante 239km de Cuiabá) em pulverizar a cidade com água benta. O ato deve acontecer no domingo, dia celebrado pela igreja como pela ressurreição de Jesus Cristo e comemorado o feriado de Páscoa.

Leia mais:
Fagundes pede celeridade da Câmara em aprovação do projeto às micro e pequenas empresas

Segundo o áudio disparado pelo político em diversos grupos de WhatsApp de cidades que fazem margem com a BR-163, no Norte do Estado, será colocado água em dois aviões agrícolas que sairão pela cidade "abençoando a população". O ato, na fala de Cattani, começa sendo elogiado e depois ele mesmo se contradiz e afirma que é uma falta de respeito com quem não é católico. 

"Eles vão higienizar o avião, encher ele de água benta e pulverizar a cidade. Primeiro, quero parabenizar os católicos de Nova Mutum que estão preocupados com os fiéis de sua igreja. A Católica colocou o Valdomiro Santiago e o Edir Macedo no bolso com os copinho de água deles. Porém, em uma cidade com 60 mil habitantes, tem quem não é católico. E tem quem não quer ser ungido com água benta", diz trecho do áudio. 

Cattani ainda continua e afirma que os protestantes, mulçumanos e pessoas de outras releigões já deixaram a católica por não aceitar isso. "Aqui tem pessoas de todos os credos. A gente vive falando em respeito, mas obriga a todas as pessoas a receber a tua água benta. E se tiver um mulçumano, um protestante, um ateu... e ele não quiser receber? Ele será obrigado a receber a água benta sobre sua cabeça? Bom, tudo dá um bom debate, não quero criticar, mas acho uma falta de respeito com quem não é católico. Acho que ninguém pode impor isso. Acho que não deveria ser assim", concluiu. 

O ato será realizado para que os católicos da cidade recebam a benção, já que não podem sair de casa para ir à missa devido a pandemia do novo coronavírus. Por enquanto, o prefeito e nem o padre da cidade responderam o político e o derrame de água benta deve acontecer normalmente.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet