Olhar Direto

Notícias / Cidades

Funcionários de frigorífico com 25 infectados denunciam aglomeração e reutilização de máscaras

Da Redação - Fabiana Mendes

26 Mai 2020 - 17:24

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Funcionários de frigorífico com 25 infectados denunciam aglomeração e reutilização de máscaras
Trabalhadores da Marfrig em Várzea Grande, local que registrou 25 infectados por coronavírus, denunciaram aglomeração de pessoas e reutilização de máscaras. Na semana passada, uma funcionária que trabalhava na área de desossa do frigorífico e estava em férias desde 4 de maio, morreu de Covid-19.

Leia mais:
Liminar estipula distanciamento em frigorífico Marfrig com 25 casos de Covid-19 e duas mortes

Na segunda-feira (25), o Ministério Público do Trabalho em Mato Grosso (MPT-MT) determinou que a empresa promova adequações em suas linhas de produção para diminuir a exposição de trabalhadores à contaminação pelo vírus.  
 
Em áudios divulgados pelo programa Balança MT da TV Cidade Verde, os funcionários relatam descaso da empresa. “Eles abafam, a gente fica sabendo pelos noticiários, precisamos de ajuda mesmo”, conta uma trabalhadora. “Aqui na Marfrig está tendo muito caso mesmo, não tem só esses 25 (sic)”, relata um homem.  
 
“Os funcionários estão trabalhando ruim, eles não estão querendo ir no médico porque não querem ficar afastado. A gente está com medo. Eles pedem pra gente devolver a máscara. É pra gente usar e entregar na saída. Se a gente não entrega, eles cobram R$5. Usa hoje e amanhã a gente nem sabe quem usou. Eles obrigam a gente a usar. Eles falaram que não vão fechar [o frigorífico], que quem quiser sair é pra pedir conta. A gente tem filho em casa, não quer ficar afastado, mas tá morrendo tanta gente (sic)”, descreve o funcionário no áudio. 
 
A decisão do MPT pede distanciamento mínimo de 1,5 m entre os empregados e deve ser aplicado não apenas na produção, mas em quaisquer períodos de deslocamento para troca de turnos, utilização de vestiários e refeitórios, pausas térmicas e psicofisiológicas. Uma imagem mostra uma aglomeração entre os funcionários.



Por meio de nota, a Marfrig informou que após a notificação dos trabalhadores infectados, imediatamente, adotou todos os procedimentos estipulados em seu plano de contingência: realizou o inquérito epidemiológico e prontamente afastou de maneira preventiva todos os contactantes diretos e indiretos que estão em isolamento domiciliar.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Juca
    27 Mai 2020 às 14:36

    Fora a situação dentro da fábrica ne ...q só nos funcionários conseguimos ver...onde a imprensa e ngm que não é funcionário consegue entrar e não conseguimos filmar ou mostrar imagens pois n pode celular na fábrica.. suspensao pra quem for pego ...dentro da fábrica eh um colado c outro em algumas linhas de produção...n tem porta copos descartáveis...ficam jogados denteo de caixa d plásticos...eles só querem ver nos trabalhando igual mula ...mas n estão nem aí com nossa saúde...morre 1hoje...amanha eles abrem mais 600 vagas e assim vai....cade o MINISTERIO DO TRABALHO??????

  • Juca
    27 Mai 2020 às 14:32

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

Sitevip Internet