Olhar Direto

Sábado, 31 de outubro de 2020

Notícias / Política MT

Deputado critica aliança de Roberto França com Mauro e diz que pode disputar Governo em 2022

Da Redação - Carlos Gustavo Dorileo / Do local - Max Aguiar

21 Set 2020 - 07:30

Foto: Angelo Varela/ALMT

Deputado critica aliança de Roberto França com Mauro e diz que pode disputar Governo em 2022
O deputado estadual Ulysses Moraes (PSL) criticou duramente a aliança do ex-prefeito Roberto França (Patriota) com o DEM do governador Mauro Mendes para a disputa pela prefeitura de Cuiabá, projeto que ele classificou como ultrapassado e projetou que poderá ser uma opção para eleição para o Governo do Estado em 2022.
 
Leia também
PSL lança Aécio como candidato a prefeito de Cuiabá e nome do partido de Mourão para vice

 
Um dos nomes cotados para disputa pela prefeitura da capital pelo PSL, partido que acabou lançando a candidatura do advogado Aécio Rodrigues, o jovem parlamentar disse que a candidatura do ex-prefeito Roberto França com o apoio de Mauro, mostra que o governador não evoluiu e que a dupla não merece estar no poder.
 
“Esta aliança com o Roberto França mostra o quão antigo, o quão antiquado e ultrapassado é o governador do Estado. Neste momento o governador apoia o Roberto França, mostra o que é o governo do Mauro Mendes, alguém que está enferrujado, ultrapassado e que não serve mais para governar Cuiabá e o Estado”, disse.
 
O parlamentar também afirmou que nunca teve o desejo de deixar seu mandato para disputar eleição para prefeito e acenou que pode ser uma opção ao Governo de Mauro Mendes na eleição de 2022, quando ele terá somente 32 anos.
 
“Quero cumprir meu mandato. Sempre deixei isso muito claro e nunca lancei uma pré-candidatura para prefeito. Meu objetivo é cumprir este mandato até o final e quem sabe enfrentar o governador em 2022. Isso é uma possibilidade e acho que dentro do trabalho que estamos fazendo e dentro desta má gestão que vem fazendo o governador, acho que isso inclusive já é uma pré-campanha nossa o trabalho que o governador vem fazendo”, afirmou.
 
O PSL, partido que estava dialogando com o Democratas em busca de uma composição para a disputa pela prefeitura de Cuiabá, acabou lançando a candidatura de Aécio Rodrigues, com a vice de Luiz Antônio de Carvalho (PRTB).
 
Impulsionado pela grande demanda de candidatos eleitos na Câmara dos Deputados em 2018, motivado pela onda Bolsonaro, o PSL é um dos partidos que terá mais recurso de fundo eleitoral e tempo de TV no horário gratuito.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet