Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de outubro de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Em Cuiabá, 75% das pessoas que morreram por Covid-19 apresentavam comorbidades

Da Redação - Fabiana Mendes

18 Set 2020 - 09:02

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Em Cuiabá, 75% das pessoas que morreram por Covid-19 apresentavam comorbidades
Informe epidemiológico elaborado pela Secretaria Municipal de Saúde (SMS) com auxílio de pesquisadores da Universidade Federal de Mato Grosso (UFMT) aponta que 75% das pessoas que morreram na Capital em decorrência da Covid-19, apresentavam alguma comorbidade. Os dados foram colhidos de 14 de março, data do primeiro caso confirmado, a 12 de setembro de 2020.

Leia mais:
Pacientes com obesidade representam 5,76% das mortes por Covid-19 em MT; sem comorbidades, 28,06%

Dos 669 pacientes que estiveram internados e faleceram, 91,8% ocuparam leitos de Unidade de Terapia Intensiva (UTI), sendo que 68,8% estiveram desde o momento da internação. A média de permanência (tempo entre a data de internação e data do óbito) foi 12,7 dias (1 a 74 dias). O tempo médio entre o início dos sintomas e a internação foi de 7 dias (1 a 36 dias) e entre o início dos sintomas e a morte foi 18,8 dias

Entre os que se conheciam a comorbidade (636), as mais frequentes foram: hipertensão (447; 70,3%), diabetes (344; 54,1%), doença cardíaca (157; 24,7%), doença renal (59; 9,3%), obesidade (55; 8,6%), doença pulmonar (41; 6,4%) e neoplasia (23; 3,6%). Ao avaliar o número de comorbidades, 263 (41,3%) dos que foram a óbito, apresentaram somente uma, 232 (36,5%) duas e 141 (22,2%) três ou mais comorbidades simultaneamente.

Em relação à situação clínica, 795 (93,7%) dos óbitos foram considerados sintomáticos.

Entre 14 de março, data do primeiro caso confirmado, e 12 de setembro, foram contabilizadas 21.063 notificações dentre eles 65,7% recuperados e 28,5% em monitoramento (isolamento domiciliar).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet