Olhar Direto

Segunda-feira, 08 de março de 2021

Notícias / Cidades

Adolescentes matam e queimam corpo de idoso em sítio

Da Redação - Fabiana Mendes

23 Fev 2021 - 14:40

Foto: Reprodução

Adolescentes matam e queimam corpo de idoso em sítio
Dois adolescentes membros de uma facção criminosa foram apreendidos em flagrante por matar Pedro Simão da Costa, 81 anos, e queimar o corpo em um sítio localizado no município de Campos de Júlio (555 quilômetros de Cuiabá), no último domingo (21).

Leia mais:
Aeronave que decolou de Cuiabá faz pouso de barriga em aeroporto após piloto bater em cerca; veja

As investigações começaram após denúncia anônima de uma pessoa que informou ter visto duas pessoas saindo correndo do sítio sentido ao centro da cidade, por volta das 16h. Com isso, os investigadores da Polícia Civil se deslocaram até a residência dos suspeitos, conforme as características descritas pelo denunciante.

Em entrevista com ambos, foi notado que um deles estava com um corte na mão. Ele entrou em contradição sobre o ferimento e acabou confessando o crime. Na ocasião, também mostrou que havia escondido as roupas com marcas de sangue no forro da casa.  

A dupla surpreendeu o idoso no sitio onde ele trabalhava como caseiro. Pedro foi atingido com um tiro no rosto por um dos adolescentes e o outro golpeou ele na região do tórax. O idoso ainda tentou correr, mas caiu na frente da casa e depois de perder muito sangue, foi arrastado para o interior da residência, onde teve o corpo carbonizado.

De acordo com as investigações, os suspeitos queriam apenas furtar o local e pediram que uma mulher e uma adolescente ficassem de campana para avisar caso alguém aparecesse. No entanto, acabaram matando o homem. 

“Foi um crime bárbaro e hediondo que trouxe comoção entre os munícipes, haja vista a vítima ser muito conhecida e querida na cidade”, disseram os investigadores.

Os autores dos crimes foram autuados em flagrante pelo crime de latrocínio. Outros suspeitos e crimes conexos podem surgir no decorrer das investigações.

Os suspeitos estão à disposição da Justiça.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet