Olhar Direto

Sexta-feira, 18 de junho de 2021

Notícias | Cidades

CONTRA VONTADE

Polícia flagra idosos no sol e aglomerados em ônibus para vacinação em Cuiabá

Foto: Reprodução

Polícia flagra idosos no sol e aglomerados em ônibus para vacinação em Cuiabá
A Polícia Civil, através da Delegacia Especializada de Delitos Contra a Pessoa Idosa (DEDCPI), abrirá um Auto de Investigação de Preliminar (AIP) para apurar as condições de atendimento aplicadas aos idosos que compareceram para vacinação contra a covid-19 no Sesc Balneário, em Cuiabá.

No local, não era permitida a entrada de veículos e os idosos tinham que ficar esperando em uma fila, no sol, do lado de fora, para então embarcarem em um ônibus em que eram levados para triagem. A denúncia aponta que os idosos iam em pé e aglomerados dentro do veículo, que transportava cerca de 30 pessoas por vez.

Leia também:
Afetado pela pandemia, setor de frete faz manifestação pedindo socorro aos bancos; veja vídeos

A equipe da DEDCPI recebeu informações que no ponto de vacinação, os idosos estavam enfrentando problemas nas condições de atendimento até chegarem ao momento de serem efetivamente vacinados.

Após a triagem, os idosos tinham que novamente embarcar no mesmo ônibus para depois serem levados para o local em que era aplicada a vacina. Os investigadores da Delegacia do Idoso estiveram no local e constataram a veracidade das informações, assim como o descontentamento e indignação das pessoas presentes.

As pessoas com agendamento para a vacinação acreditavam que a vacina seria aplicada no sistema de “Drive-thru”, porém ao chegarem no local não puderem nem entrar com o veículo, havendo apenas a possibilidade de ser conduzido no ônibus junto a terceiros.

O delegado da DEDCPI, Vitor Chab Domingues, disse que abrirá o procedimento para averiguar os fatos e já comunicou o Conselho Municipal do Idoso, assim como também oficiará 34ª Promotoria Civil do Idoso e as Secretarias Municipal e Estadual de Saúde.

“Em relação aos agentes de saúde que aplicaram as vacinas não há reclamações, as vítimas ressaltaram que eles foram bastante educados e atenciosos. As condições que será apurada é em relação ao momento anterior, que os idosos tiveram que enfrentar até o momento em que finalmente fossem vacinados”, disse o delegado.

Outro lado

Em relação a abertura de investigação preliminar pela Polícia Judiciária Civil sobre atendimento no polo de vacinação contra a covid-19 do SESC Balneário, a Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá (SMS) informou que:
 
- Não procede a informação de que as pessoas somente possam entrar nos dois micro-ônibus disponibilizados no local, para atender quem chega a pé. Quem tem veículo próprio entra normalmente e estaciona dentro do SESC Balneário.

- É urgente que se esclareça que houve foi um mal-entendido de uma pessoa que, na manhã desta terça-feira (20), chegou de carro e viu a fila de pessoas que aguardavam para entrar de micro-ônibus e concluiu que somente poderia entrar de transporte coletivo e, sem ao menos verificar a situação, telefonou para a Polícia Civil.

- Os policiais civis estiveram no local nesta terça-feira e conversaram com a coordenadora, que explicou que quem tem veículo próprio pode entrar e estacionar sem problemas e que os micro-ônibus são para atendimento de quem chega a pé.

- Como descrito em texto da assessoria da Polícia Civil, os policiais conversaram com idosos, que teceram diversos elogios à campanha de vacinação.

- Em relação às pessoas que reclamaram de terem pensado que o local contaria com drive-thru de vacinação, a SMS destaca que essa informação nunca foi divulgada pela Comunicação da Prefeitura de Cuiabá.

- Válido esclarecer que a  SMS informa que os aplicadores da vacina são técnicos de enfermagem e que os agentes comunitários de saúde atuam apenas no acolhimento dos idosos.

- Por fim, a SMS destaca que vem trabalhando com seriedade, transparência e humanização na campanha Vacina Cuiabá, com o objetivo único de livrar a população cuiabana da covid-19.

A assessoria de imprensa também enviou algumas fotos do local. Veja abaixo: 
Crédito: Gustavo Duarte/Secom
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet