Olhar Direto

Terça-feira, 22 de junho de 2021

Notícias | Cidades

Veja vídeo

Após 82 dias internada com covid-19, esteticista passará primeiro Dia das Mães com filha

Foto: Reprodução

Após 82 dias internada com covid-19, esteticista passará primeiro Dia das Mães com filha
A esteticista Márcia Mendes Leão, de 32 anos, é uma das sobreviventes da Covid-19 em Cuiabá. A profissional passou 30 dias internada em uma Unidade de Terapia Intensiva (UTI), no Hospital São Mateus, e nesta sexta-feira (7) recebeu alta sob assistência de um serviço de home care. Diante da melhora. Márcia deve passar o Dia das Mães ao lado da filha Brenda Flor Alberto Mendes Leão, que hoje tem nove meses.

Leia mais: 
MT registra morte de recém-nascido e mais 33 pessoas por Covid-19 em 24h

A trajetória de luta contra a doença começou há 82 dias atrás, quando a esteticista foi diagnosticada com a doença e precisou ser internada. Durante o momento mais delicado do tratamento, Márcia chegou a ter uma parada cardíaca e conseguiu se recuperar. 

Antes do contágio por covid, Márcia já teve uma história de perda. Em 2019 ela teve um bebê, que morreu oito horas depois do nascimento. O momento de tristeza não a impediu de conquistar o sonho de ser mãe novamente. 

O grande presente para o Dia das Mães para Márcia, que é a possibilidade de retornar para casa, foi antecedido por um momento especial. Nesta quinta-feira (6), Márcia recebeu uma carta de seu marido Hugueney Alberto Silva, 51 anos, em nome da sua filha Brenda que expressou o carinho por ela. 

“Feliz Dia das Mães meu amor Márcia Mendes Leão. Você foi uma grande guerreira. Sabemos que você passou por muitas dificuldades e superou. Sabemos da sua luta para ter a Brenda. O nosso primeiro filho Deus levou para Ele. Depois começou uma grande batalha para engravidar e o senhor Deus nos ouviu e veio a Brenda, linda e inteligente como você. Mais essa batalha que você venceu com a ajuda de Jesus Cristo, seu primeiro Dia das Mães completo está chegando. Você vai estar com a Brenda, com certeza. Será um dia muito importante para você e para a Brenda. Ela te ama e eu também”, diz a carta.

A diretora-geral do Hospital São Mateus, Marilda Venzel, destaca que as práticas humanizadas são fundamentais para ajudar na recuperação da saúde dos pacientes e que fazem a diferença em momentos simbólicos como é o Dia das Mães.

“É um gesto simples, mas que transmite o carinho e o amor tão necessários para a recuperação dos pacientes. Também é oportunidade dos filhos expressarem seus sentimentos às suas mães neste momento no qual não se pode dar um abraço amoroso”, finalizou. 

Veja registro:


*Com informações da assessoria 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet