Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de setembro de 2021

Notícias | Cidades

núcleo de desaparecidos investiga

Polícia descarta que mulher gravada dançando lambadão na Prainha tenha desaparecido em São Paulo

Foto: Reprodução

No detalhe: Ariane, que está desaparecida há dois anos.

No detalhe: Ariane, que está desaparecida há dois anos.

Uma mulher saiu de São Paulo e veio até Cuiabá por pensar que uma moradora em situação de rua vista dançando na avenida Tenente Coronel Escolástico, na região da Prainha, em Cuiabá, seria sua filha Ariane dos Santos Nascimento, 33, desaparecida há dois anos, em São Paulo. Após investigação, o Núcleo de Pessoas Desaparecidas (NPD) descartou a hipótese. 

Leia também:
PM resgata homem que era torturado e seria executado em boca de fumo

O vídeo, que circula nas redes sociais, mostra uma mulher conhecida como ‘Neia’ dançando o lambadão cuiabano em frente a uma loja de eletrodomésticos. A publicação tem mais de 4,8 milhões de visualizações e 18 mil compartilhamentos. A legenda diz: ‘não precisa de muito para ser feliz’.

Com auxílio de investigadores Núcleo de Pessoas Desaparecidas, a mulher encontrou com Neia, que confirmou ser a dançarina do vídeo. Entretanto, a Polícia Civil esclareceu que ela não seria a Ariane, que desapareceu após ir para uma festa. 

Apesar disso, a moradora de São Paulo acredita que Neia e a mulher do vídeo sejam pessoas diferentes e continua em busca de notícias da filha. O cartaz do Núcleo de Pessoas Desaparecidas com a foto de Ariane foi atualizado e a mulher segue sendo procurada. 

Veja vídeo abaixo: 
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet