Olhar Direto

Sábado, 16 de outubro de 2021

Notícias | Política MT

MINISTRO NA BRONCA

Mais de 9 mil adolescentes tomaram vacina em MT de forma antecipada; Queiroga diz que segunda dose deve ser vetada

Foto: Mayke Toscano/Secom-MT

Mais de 9 mil adolescentes tomaram vacina em MT de forma antecipada; Queiroga diz que segunda dose deve ser vetada
Em Mato Grosso, ao menos 9.157 adolescentes já foram vacinados contra a Covid-19 sem a autorização do Plano Nacional de Imunizações (PNI), que previa a aplicação apenas entre os prioritários desta faixa etária (12 a 17 anos) a partir de 15 de setembro. Os dados são do Ministério da Saúde, que nesta quinta-feira (16) restringiu a vacinação de adolescentes apenas aos grupos prioritários (deficiência permanente, comorbidades e privados de liberdade). De acordo com o ministro Marcelo Queiroga, aqueles sem comorbidades que já tomaram a 1ª dose não devem tomar a segunda.

Leia também:
Anteprojeto do BRT prevê requalificação do Largo do Rosário com praça, calçadão e pista de skate

Além da aplicação antecipada, muitos municípios aplicaram doses de todas as outras vacinas além da Pfizer (única que tinha autorização para aplicação). Do total, 8.774 receberam a Pfizer, 214 a Coronavac, 151 a AstraZeneca e 18 a Janssen.

Não apliquem vacinas que não tenham autorização. Mães, não levem suas crianças pra tomar vacina que não tem autorização da Anvisa, nós não vamos aceitar isso

Durante coletiva na tarde de hoje, Queiroga disse que a decisão de restringir a vacinação de adolescentes tem relação com a falta de evidências científicas consolidadas sobre o benefício da imunização para este grupo.

O ministro ressaltou que em todo o país, 3,5 milhões de adolescentes foram vacinados e que cerca de 1,5 mil apresentaram eventos adversos, o que representa 0.042% do total.

A maioria dos eventos adversos (93%) ocorreu no público que tomou imunizantes sem autorização para uso em adolescentes. No Brasil, a Anvisa liberou, em junho, apenas a aplicação da Pfizer a partir dos 12 anos sem restrições. Não há outra vacina permitida para esta faixa etária.

Queiroga também criticou municípios e estados que não seguiram o PNI e pediu que secretários estaduais e municipais sigam o programa. "Não apliquem vacinas que não tenham autorização. Mães, não levem suas crianças pra tomar vacina que não tem autorização da Anvisa, nós não vamos aceitar isso".

Sobre penalidade aos gestores que descumpriram a recomendação, o ministro disse que a questão cabe aos órgãos de controle. “O que quero é que caminhemos juntos, não estou aqui para responsabilizar ninguém. Estou colocando a questão de maneira clara, pois as notas técnicas do ministério são claras. Vacinação em adolescentes é a partir do dia 15 de setembro e Mato Grosso vacinando a partir do final de agosto. O Brasil tem Ministério Público, Tribunal de Contas da União, Poder Judiciário, não pertenço a nenhuma dessas instâncias, sou ministro da Saúde”.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet