Olhar Direto

Terça-feira, 25 de janeiro de 2022

Notícias | Esportes

Chamou a responsabilidade

Jorginho dispara contra arbitragem e diz que não se calará contra injustiça: “Por mais que tentem, não vamos cair”

Foto: AssCom Dourado

Jorginho dispara contra arbitragem e diz que não se calará contra injustiça: “Por mais que tentem, não vamos cair”


O técnico Jorginho soltou os cachorros para cima da arbitragem do Campeonato Brasileiro nesta reta final da competição, após a derrota do Cuiabá para o time C do Palmeiras, na noite de terça-feira (30), na Arena Pantanal. O árbitro não marcou pênalti em jogada de Elton dentro da área. Ele disse que está chegando à conclusão de que estão querendo fazer o Dourado ser rebaixado, mas manda o recado: “Por mais que vocês tentem, nós não vamos cair”.

Leia mais:
Cuiabá se complica, fica a três pontos do rebaixamento e enfrentará treinador demitido na primeira rodada 

Jorginho classificou a arbitragem como um capítulo à parte e relembrou do jogo contra o Bahia, quando até a própria Confederação Brasileira de Futebol (CBF) reconheceu que houve erro, que tirou dois pontos do Cuiabá e deu um para o adversário direto do Dourado contra o rebaixamento.
 
“Não quero acreditar nisto, mas estou chegando a acreditar que estão querendo fazer com que a gente desça. A dúvida hoje, na questão do pênalti, o Cafú praticamente se jogou. Mas o Elton foi tocado pelo goleiro [veja o lance abaixo, a partir de 5'35]'. Mais uma vez o VAR não chama, o árbitro não pede para ir. Por que? Porque é o Cuiabá. Se fosse outro clube, chamaria”, afirmou o treinador.

 

O treinador relembrou que já trabalhou na CBF como auxiliar de Dunga, quando ele comandava a seleção e também como jogador, quando serviu à seleção brasileira, mas pontuou que não irá se calar diante do que está observando.
 
“É inadmissível. É o poste mijando no cachorro. Impossível o que está acontecendo. Toda duvida contra o Cuiabá, não há boa vontade para buscar o VAR, olhar, saber se realmente aconteceu. O árbitro tem certeza de que está certo e não erra. Aconteceu contra o Bahia e hoje novamente. Não quero dizer que o pessoal do VAR ou arbitragem está com má intenção, mas boa vontade não há. O que estão fazendo com o Cuiabá hoje é um absurdo e não vou me calar diante de uma injustiça que está acontecendo. Não é choro de perdedor”, bradou o comandante.
 
O tetracampeão mundial lembrou que o Cuiabá é um time jovem, joga pela primeira vez a primeira divisão do Campeonato Brasileiro e não tem tanto ‘peso’ na camisa como outros. “As próximas arbitragens, se tiver dúvida, por favor, olhe. Consulte o VAR. São quatro pontos importantíssimos que perdemos. O Bahia estaria com menos e nossa distância muito maior. Todo mundo está falando, mas só o árbitro e o VAR não veem, não querem enxergar. Por mais que vocês tentem, nós não vamos cair!”.
 
O lance reclamado por Jorginho Kuscevic dividiu com Elton, e o atacante tentou avançar tirando do goleiro. O atacante do dourado caiu pedindo pênalti, mas o árbitro mandou seguir. A Central do Apito, da transmissão do Premiere, afirmou que houve irregularidade no lance e que a falta deveria ter sido marcada.
 
A VAR chegou a revisar o lance, mas o árbitro sinalizou posteriormente aos jogadores que Elton teria se jogado.
 
Sobre o jogo, chamou toda a responsabilidade. “Foi um jogo difícil, a gente sabia. Se nós enfrentássemos a equipe principal, como fizemos em São Paulo, sabíamos que seria difícil. Fiz um alerta aos atletas, dizendo que quando jogamos contra os reservas, jovens, eles querem demonstrar todo potencial. Tivemos uma infelicidade no primeiro lance, tomamos o gol, o que foi determinante para que a partida tivesse este rumo”.
 
“Todos os gols que fazemos, levamos, existem erros de marcação, qualidade de um atleta. Tivemos nossos erros. Goleiro deles fez uma defesaça na cabeçada do Paulão [dentro da pequena área, no contrapé]. A responsabilidade será sempre minha, como treinador”, completou.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet