Olhar Direto

Terça-feira, 28 de junho de 2022

Notícias | Cidades

vítima de agressão

Mulher que denunciou jogador do Cuiabá mostra ferimentos no pescoço

Foto: Reprodução

Mulher que denunciou jogador do Cuiabá mostra ferimentos no pescoço
A jovem de 22 anos que denunciou ter sido agredida por um jogador do Cuiabá Esporte Clube nesta terça-feira (7), em um motel de Cuiabá, mostrou os pontos que levou no pescoço em publicações que fez em sua conta no Instagram. A mulher foi internada após ter sido agredida e, em seguida, tentado cometer suicidio, segundo a Polícia Militar.

Leia também:
Jogador do Cuiabá envolvido em agressão a garota de programa é excluído do elenco e não enfrenta o Santos

Em uma sequência de stories, a jovem publicou uma foto tirada na frente do espelho, que mostram os pontos, e algumas capturas de tela de mensagens que foram enviadas por apoiadores. Um dos internautas, que é,  inclusive, torcedor do time cuiabano, diz que a torcida não compactua com esse tipo de comportamento.
 
“Obrigado pelas mensagens pelo apoio, queria reiterar a minha posição de não poder falar muito, em razão da minha condição”, disse. “Gente, o que é isso? Eu estou em um hospital público, sem nenhum apoio de nenhum dos envolvidos e vocês vem com fofoquinha”, acrescentou rebatendo acusações sobre a veracidade da sua acusação.
 
Nesta quinta-feira (9), o Cuiabá Esporte Clube publicou nota comunicando a saída de Cleyson Henrique da Silva Vieira do time. No documento, a equipe disse que a conduta fora dos campos do jogador é inaceitável e, por isso, foi realizado o encerramento do seu vínculo.
 
“O atleta, que pertence ao E.C. Bahia, foi excluído ontem mesmo do grupo que enfrenta hoje o Santos, na Vila Belmiro, pela última rodada do Campeonato Brasileiro”, disse o clube.
 
Sobre Rafael Gava, outro jogador apontado no boletim de ocorrência por envolvimento na agressão, o Cuiabá Esporte Clube disse que ele afirmou estar em casa com familiares na data do crime. Essa versão foi atestada por Cleyson.
 
“Conforme já foi esclarecido na própria nota oficial do Cuiabá EC, reafirmo que no momento do episódio, estava em casa com os meus familiares”, disse o jogador do Dourado.

Gava ainda se colocou à disposição para qualquer investigação que venha a ser realizada pelas autoridades competentes. "Esclareço que sou expressamente contra a toda e qualquer violência e assédio, especialmente contra as mulheres".
 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet