Olhar Direto

Sábado, 13 de agosto de 2022

Notícias | Política MT

infidelidade partidária

Jânio Calistro estuda entrar na Justiça para tomar cadeira de presidente da Câmara de Várzea Grande

Foto: Rogério Florentino/Olhar Direto

Presidente da Câmara de VG, Fábio Tardin trocou de partido fora da janela para vereadores

Presidente da Câmara de VG, Fábio Tardin trocou de partido fora da janela para vereadores

O suplente de vereador Jânio Calistro (União) vai consultar o União Brasil para tentar tomar a vaga do presidente da Câmara de Várzea Grande, Fábio Tardin, o Fabinho, que deixou o partido em período fora da janela partidária para se filiar ao PSB. A janela partidária para vereadores ocorre somente em março de 2024.

Leia mais:
Membros do PSB querem barrar Beto Dois A Um e ex-secretário corre o risco de “voltar” para União Brasil

Jânio falou à reportagem do Olhar Direto que pretende consultar a assessoria jurídica do União Brasil para verificar se existe a possibilidade de tentar tomar a cadeira na Câmara, da qual é suplente. 

“Eu vou conversar com o partido, o que sabemos é que a cadeira é do partido, mas existe ao que me parece um acordo de cavalheiro entre as partes, não sei como está isso”, comentou Jânio. 

Calistro recebeu 1.549 votos nas eleições municipais em 2020. Fabinho, por sua vez, 3.828 votos no município. Calistro teve uma votação expressiva e só não conseguiu ser eleito por estar na mesma coligação de Fabinho. O vereador recebeu mais votos do que 11 dos 20 vereadores eleitos de Várzea Grande. 

Fabinho, como é conhecido, deixou o União Brasil para ingressar no PSB a convite de Max Russi. O ex-presidente da Assembleia Legislativa de Mato Grosso (ALMT) acabou por decepcionar Fabinho quando trouxe o ex-secretário Beto Dois A Um para a sigla. 
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet
x