Olhar Jurídico

Sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Notícias / Civil

Promotor investiga fraude em licitação promovida pelo TJ

Da Redação - Paulo Victor Fanaia Teixeira

11 Set 2017 - 15:00

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Palácio da Justiça

Palácio da Justiça

O Ministério Público Estadual (MPE), por meio do promotor de Defesa do Patrimônio Público, Roberto Aparecido Turin, instaurou inquérito civil público para investigar possível fraude em licitação promovida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (TJMT). A portaria foi assinada no último dia 01.

Leia mais:
Taques pede que MP suspenda e impeça investigações de Zaque contra Governo do Estado


Conforme Turin, trata-se de investigação oriunda de notícias de fato (denúncias anônimas) de possível conluio entre as empresas Interpolo – Comércio Serviços Ltda – EPP e Smart Trade Importação e Exportação Ltda.- EPP com o intuito de fraudar licitação promovida pelo Tribunal de Justiça de Mato Grosso (Pregão Eletrônico n. 18/2017).

Trata-se de licitação para aquisitação de diversos materiais de escritório, como suporte para TV, mesa, sofá, persiana, fragmentadora de papel, poltrona, banco de madeira e mesa de centro.

A suspeita de fraude na licitação entre as empresas já é de conhecimento do presidente do TJ, Rui Ramos Ribeiro desde julho deste ano, conforme documentos  referentes a licitação, que fazem alusão ao caso.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • André
    12 Set 2017 às 19:05

    Esse Cuiabano não sabe ler mesmo. Ali está evidente que o esquema teria ocorrido entre as empresas que participariam da licitação, e não no TJ.

  • Cuiabano
    11 Set 2017 às 18:22

    Como confiar no TJ?

  • Aladim
    11 Set 2017 às 17:45

    Não vai dar em nada como sempre.

Sitevip Internet