Olhar Jurídico

Sábado, 21 de outubro de 2017

Notícias / Geral

Janot vem ao TCE após negociar delação e pedir afastamento de conselheiros

Da Redação - Arthur Santos da Silva

26 Set 2017 - 17:25

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Janot vem ao TCE após negociar delação e pedir afastamento de conselheiros
O ex-procurador-Geral da República Rodrigo Janot estará em Cuiabá no dia 8 de novembro para a realização da palestra magna no 2º Congresso Nacional dos Auditores de Controle Externo. O membro do Ministério Público esteve envolvido em importantes questões recentes em Mato Grosso.

Leia mais:
Emanuel pede ao STF reinterrogatório de Silval após áudio sobre mentiras em delação


O evento reunirá auditores de todo o país para debater a organização e funcionamento dos Tribunais de Contas do Brasil.
 
Janot foi o responsável por trabalhar no acordo de delação premiada do ex-governador de Mato Grosso, Silval da Cunha Barbosa. A colaboração foi admitida pelo ministro Luiz Fux, do Supremo Tribunal Federal, como “monstruosa”.
 
O antigo representante máximo do Ministério Público foi o responsável por requerer ainda a realização de busca e apreensão e o afastamento cautelar de cinco conselheiros do Tribunal de Contas do Mato Grosso – José Carlos Novelli, Antônio Joaquim Moraes, Waldir Júlio Teis, Walter Albano da Silva e Sérgio Ricardo de Almeida.
 
Todos os nomes são investigados nos autos de um inquérito pela prática dos delitos de corrupção passiva, sonegação de renda, lavagem de dinheiro e organização criminosa.
 
As investigações apontam que o então presidente do Tribunal de Contas, José Carlos Novelli, teria condicionado a continuidade das obras da Copa do Mundo de 2014 ao pagamento de R$ 53 milhões em propina para os conselheiros.
 
Todos os fatos foram baseados na delação de Silval.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • rocha
    27 Set 2017 às 11:08

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • Luiz otavio
    27 Set 2017 às 06:34

    Pena de morte para esses corruptos

  • por justiça
    26 Set 2017 às 22:01

    Os ministros salvara o nosso MT das mãos dos perversos e cadeia ja nos malfeitores envolvido na corrupção do dinheiro publico.....

Sitevip Internet