Olhar Direto

Quinta-feira, 17 de agosto de 2017

Notícias / Cidades

Advogado e guarda municipal são presos após invadirem residência armados; jurista foi encontrado com "pó branco" no nariz

Da Redação - André Garcia Santana

12 Ago 2017 - 11:21

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Advogado e guarda municipal são presos após invadirem residência armados; jurista foi encontrado com
O advogado Claudison Rodrigues, 41, e o Guarda Municipal Andrei Duarte Desuite Alves,40, foram presos após invadirem uma residência e ameaçar moradores no Centro de Várzea Grande. A situação foi registrada na madruga deste sábado (11), depois que os acusados, armados, pularam o muro da casa dizendo que um dos moradores havia furtado uma pasta com documentos, do carro do jurista.

Leia mais:
Operação apreende arma banhada a ouro e mais de 300 munições em Matupá
 
Durante a confusão ele ainda teria dito ser membro da organização criminosa Comando Vermelho. Sem encontrar o que procuravam, eles fugiram do local em um carro modelo HB20, de cor branca, que passou em alta velocidade pela rua. Na sequencia as vítimas entraram em contato com a Polícia Militar (PM), informando conhecer o advogado, passando o endereço de seu escritório.
 
O estabelecimento é anexo a uma casa, também na região central do município, onde os policiais se depararam com uma festa. Depois de tocarem a campainha várias vezes foram atendidos por pessoas que disseram não conhecer os suspeitos. Diante da situação, eles fizeram uma varredura pela propriedade e no escritório, encontrando Claudison e Andrei.
 
De acordo com o boletim de ocorrência, o advogado chegou a fingir que estava dormindo, sendo constado que seu nariz estava sujo de um “pó branco”. Exaltado, ele passou proferiu palavras de baixo calão contra os policiais e insinuou que os mesmos estariam furtando seus pertences. Durante a ação ele e o guarda acabaram se trancando em uma das sala, sendo necessário o arrombamento da porta.
 
Ao resistirem a prisão eles foram imobilizados e algemados, sendo encaminhados para a Central de Flagrantes, onde Claudison continuou advogado ainda ameaçava os policiais. Ambos foram reconhecidos pelas vítimas que informaram ainda que eles portavam uma pistola cromada e outra preta. As armas, no entanto, não foram encontradas pela equipe. 

A dupla responderá agora pelos crimes de aemaça, violação de domicílio, desobediência, resistência e porte ilegal de arma de fogo de uso permitido. 

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Carlos
    12 Ago 2017 às 17:55

    Invadiram e arrombaram á casa de um advogado sem mandado de prisao, de madrugada, e sem flagrante ..isso Pode???? Com a palavra á OAB

  • Jose agepen
    12 Ago 2017 às 16:21

    Quem diria...esse dr claudison foi GM por um certo tempo, abandonou a carreira apos passar no exame da ordem, era muito amigo de um antigo diretor da cadeia de VG, que aliás foi exonerado depois de preso

  • Zé Galera
    12 Ago 2017 às 15:02

    Parabéns aos policiais que não se intimidaram com a reação dos meliantes e efetuarão a prisão de ambos!

Sitevip Internet