Olhar Conceito

Quarta-feira, 28 de julho de 2021

Notícias / Moda

Savana Leão

Advogada deixa direito para se dedicar à sua paixão e investe em moda autoral em Cuiabá

Da Redação - Isabela Mercuri

19 Jan 2017 - 14:00

Foto: Rogério Florentino Pereira / Olhar Direto

Savana Leão no espaço 'Coletivo Magnólia'

Savana Leão no espaço 'Coletivo Magnólia'

O amor pela moda acompanha a corumbaense Savana Leão há trinta anos. Desde os nove, quando menina, ela já costurava as roupinhas de suas bonecas, e aos doze passou a produzir para si mesma. No entanto, foi preciso muito tempo até que ela transformasse sua paixão em profissão, como faz hoje em dia em seu ateliê-loja.

Leia mais:

Novo projeto permite que acessórios, brindes e artefatos indígenas de MT sejam comprados pela internet

Mato Grosso do Sul foi somente seu berço, já que a garota passou a infância em Cáceres. Aos treze anos ela ingressou como aluna em um curso de corte e costura, onde todas as colegas eram senhoras. “Eu pedi pra minha mãe me colocar no balé. Mas ela disse que o que daria futuro seria ou um curso de datilografia ou o de costura”, lembra.

Savana escolheu costurar, como já fazia dentro de casa. Aos quinze, ela foi trabalhar em uma loja de aviamentos e ganhou experiência durante um ano. “Os donos eram turcos, amigos da minha mãe, e eles eram tão minuciosos que eu tinha que limpar o buraquinho do botão com algodão”.

Depois disso, ela se afastou das agulhas por um tempo. Savana casou-se, se mudou para Cuiabá, se formou em direito e ficou cerca de oito anos trabalhando na área, fosse como assistente de advogada ou em órgãos do governo, como o Tribunal de Justiça.

“Eu mantinha a costura como um hobby, até que eu percebi que meu hobby era mais prazeroso do que o meu emprego em si”, comenta Savana. Em 2011, então, ela decidiu abandonar o direito, e passou a vender suas peças para amigos e familiares. O medo ainda não lhe deixava abrir o próprio negócio.

Quatro anos se passaram até que ela fosse convidada por dois amigos para integrar um projeto coletivo. “Eu vi que eles tinham começado do nada e estava dando certo, e aí tive coragem de começar também”.



Seu ateliê-loja foi inaugurado na Rua 24 de Outubro, onde está até hoje. Durante este mês de janeiro, Savana também atende no Coletivo Magnólia, dentro do Espaço Magnólia, bem em frente ao seu ateliê.

Sobre suas criações, ela observa que não trabalha com coleções. “São peças atemporais e de modelagem ampla, ou seja, que servem de P ao G”, explica. Dentre as principais, o que Savana mais produz e vende são as ‘caftans’, ou túnicas, de origem árabe. “Faço moda casual, a maior parte delas é estampada, e são todas exclusivas”.

Para a estilista, uma das principais preocupações é fomentar a economia local. “Eu compro tecido aqui, a costureira que trabalha comigo é daqui, se tiver que bordar, que pintar, vai ser tudo aqui. Não quero fomentar Minas, São Paulo, Rio. Quero fomentar Mato Grosso” , finaliza.

Serviço

Savana Leão
Ateliê-Loja: Rua 24 de Outubro, 926 – Centro Sul
Telefone: (65) 2129-0497

Comentários no Facebook

Redes Sociais

Sitevip Internet