Olhar Conceito

Segunda-feira, 17 de junho de 2019

Notícias / Turismo

Memorial Rondon é reaberto e pode receber festas de santo do Pantanal

Da Redação - Isabela Mercuri

16 Mai 2019 - 14:10

Foto: Reprodução

Memorial Rondon é reaberto e pode receber festas de santo do Pantanal
O Memorial Rondon foi reaberto no início deste mês de março, graças a um plano de ação do governo do Estado junto à prefeitura municipal de Santo Antônio do Leverger. O espaço agora quer receber mais visitantes e pode, inclusive, ser palco das festas de santo do Pantanal.

Leia também:
Um ano após inauguração, Memorial Cândido Rondon é fechado pela segunda vez

A gestão do local será compartilhada, a partir de agora, com a comunidade, prefeitura municipal e sociedade civil organizada. A ideia é formar um pólo para comercialização e exposição de artesanato e produtos agrícolas da região.

De acordo com o secretário adjunto de Turismo, que está respondendo interinamente como Secretário de Estado de Desenvolvimento Econômico, Jefferson Preza Moreno, a reabertura oficial ocorreu no dia do aniversário de Rondon. Na ocasião, houve o lançamento de uma exposição fotográfica e de artes, que a partir de então está fixa no memorial.

O evento foi realizado no dia 4 de maio, e no final de semana seguinte, os livros de presença marcaram a visitação de 45 pessoas vindas de Santo Antônio de Leverger, Juína e Cuiabá.

Mesmo antes da reabertura, os técnicos do setor de turismo começaram a fazer reuniões com os agricultores e com as lideranças locais para definir uma forma de utilização adequada do Memoral. Está em processo, por exemplo, a confecção um catálogo dos produtos, artesanatos e manifestações culturais, além da formatação de um cronograma fixo para eventos.

Para o secretário Jefferson Moreno, neste momento os esforços estão na ocupação por parte da comunidade. Para os próximos 25 e 26 de maio está programado uma feira de produtos sustentáveis, produzidos nos sítios de entorno, e artesanato.

Depois disso, haverá a oferta de serviços que mantenham o fluxo diário de pessoas na edificação. A ideia é deixar um professor de história disponível no local, que atenderá os visitantes e será o monitor em visitas estudantis, além de idealizar atividades didáticas.

Situação da estrutura

A empresa responsável  pela obra foi acionada para fazer a manutenção e reparos do prédio no começo de fevereiro deste 2019. A estrutura ainda estava no período de garantia e não houve custos extras aos cofres públicos.

O projeto foi criado em 1997, mas a obra começou em 2001. Dois anos depois foi paralisada e retomada em 2006, porém sem muitos avanços. A discussão para continuidade do complexo só foi retomada em 2012, com a vinda da Copa do Mundo, em 2014.

Porém, só foi reiniciada em 2015. Depois disso, ele foi inaugurado em 2016, fechado três meses depois, reinaugurado e fechado em 2017, e aberto novamente em 2018. No começo do ano, o local estava sendo subutilizado e por este motivo, a secretaria-adjunta de turismo iniciou o processo de reocupação da área.

2 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • cillmar
    17 Mai 2019 às 08:16

    Aleluia ... lugar ótimo , população local simples, agradável... tomara que dê certo .

  • Antônio Amorim
    16 Mai 2019 às 22:34

    Parabéns Governador Mauro Mendes e Secretário Jéferson Preza pela visão que outros governantes não tiveram. Os Mimoseanos merecem!

Redes Sociais

Sitevip Internet