Olhar Conceito

Segunda-feira, 21 de outubro de 2019

Notícias / Cinema

Cuiabá recebe festival de cinema francês com 16 filmes inéditos e um clássico e entrada gratuita

Da Redação - Isabela Mercuri

29 Mai 2019 - 08:20

Foto: Divulgação

'Quem você pensa que eu sou' será um dos filmes exibidos'

'Quem você pensa que eu sou' será um dos filmes exibidos'

Cuiabá recebe, nos próximos dias 6 a 16 de junho, filmes franceses inéditos do Festival Varilux de Cinema Francês, que serão exibidos no Sesc Arsenal. Esta é a quarta vez que o festival vem à capital mato-grossense, e todas as sessões terão entrada gratuita.

Leia também:
Companhia de dança contemporânea de renome internacional apresenta espetáculos em Cuiabá

Os filmes são inéditos, feitos entre 2018 e 2019 e, neste ano, Cuiabá também recebe o clássico ‘Cyrano de Bergerac’, uma comédia dramática feita em 1990 pelo diretor Jean-Paul Rappeneau. 

O Festival Varilux de 2010 foi realizado em nove cidades, exibido em 11 salas de cinema e visto por cerca de 25 mil pessoas. Nove anos depois, em 2018, atingiu quase todo o Brasil, tendo passado por 88 municípios, 118 salas e consumido por um público de 172 mil pessoas de todas as idades. Os longas-metragens programados se destinam tanto a adultos quanto jovens e crianças.

Em 2019, o festival comemora sua 10ª realização. Para isso, conta com o apoio do patrocinador principal, a Essilor/Varilux, mas também das empresas Ticket/Edenred, Naval Group,o Ministério da Cidadania por meio da Lei Federal de Incentivo à Cultura; a Secretaria de Estado de Cultura, por meio da Lei Estadual de Incentivo à Cultura do Rio de Janeiro; a Prefeitura da Cidade do Rio de Janeiro e Secretaria Municipal de Cultura por meio da Lei Municipal de Incentivo à Cultura. Outros parceiros importantes são as unidades das Alianças Francesas em todo Brasil, as distribuidoras dos filmes e os exibidores de cinema independente/de arte e as grandes redes de cinema comercial.

Confira a programação do festival no Sesc Arsenal:

Quinta (06/06)


19h50 - Abertura

 20h - Filme: “Graças a Deus” (François Ozon | 2019 | 2h17 | Drama | 14 anos)


Com: Melvil Poupaud, Denis Ménochet, Swann Arlaud
Direção: François Ozon
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Alexandre, pai de familia, descobre, por acaso, que o padre que abusou dele enquanto era escoteiro ainda prega junto às crianças. Ele inicia, então, um combate, ao qual se juntam, rapidamente, François e Emmanuel, também vítimas do padre, para “liberar a palavra” sobre o que sofreram e criam um grupo de apoio para aumentar a pressão na justiça por providências.

Prêmio:
Vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim 2018, o filme tem como base a história real que conduziu à condenação do cardeal francês Philippe Barbarin.

Críticas:
“Por meio de um fato da atualidade, François Ozon faz, ao mesmo tempo, um grande filme político, incitando a grandes questionamentos da sociedade e um retrato muito justo de homens frágeis, mas nunca fracos.”
Pierre Charpilloz, Bande à part

 

Sexta (07/06)

18h – Filme: “Amor à Segunda Vista” (Hugo Gélin | 2019 | 1h58 | Comédia | 12 anos)


Com: François Civil, Joséphine Japy, Benjamin Lavernhe
Direção: Hugo Gélin
Distribuição no Brasil: Bonfilm

Sinopse:
Da noite para o dia, Raphaël se vê mergulhado num mundo no qual nunca encontrou sua esposa Olivia. Como ele vai fazer para reconquistar a mulher da sua vida, que se tornou uma perfeita desconhecida?

Curiosidades:
François Civil obteve o Prêmio de Interpretação Masculina no Festival Internacional do Filme de Comédia de L´Alpe d’Huez 201

 

20h – Filme: “Inocência Roubada” (Andréa Bescond e Eric Métayer | 2018 | 1h43 | Drama | 12 anos)


Com: Andréa Bescond, Karin Viard, Clovis Cornillac, Pierre Deladonchamps
Direção: Andréa Bescond e Eric Métayer
Distribuição no Brasil: A2 Filmes

Sinopse:
Odette tem 8 anos, ela adora dançar e desenhar. Por que desconfiaria de um amigo dos pais que propõe a ela “brincar de cócegas”? Adulta, Odette dança sua ira, libera sua palavra e abraça a vida.

Críticas:
“A arte de tratar de forma leve um assunto terrivelmente pesado. Inocência Roubada é uma obra brilhante que aborda também o renascimento daqueles que, com coragem, aprendem a subir pela encosta de sua vida.”
Claudine Levanneur, aVoir-aLire.com

“De uma infância traumatizada pelo estupro, Andréa Bescond faz um relato alerta sobre a resiliência e a alegria de viver apesar de tudo. Uma façanha.”
Guillemette Odicino, Télérama


 
Sábado (08/06)

18h – Filme: “Finalmente Livres” (Pierre Salvadori | 2018 | 1h47 | Comédia | 14 anos)

Com: Adèle Haenel, Pio Marmai, Audrey Tautou, Damien Bonnard
Direção: Pierre Salvadori
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Yvonne, jovem inspetora de polícia, descobre que o marido, o capitão Santi, herói local morto em combate, não era o policial corajoso e íntegro que ela pensava, mas um verdadeiro bandido. Determinada a reparar os erros cometidos por ele, Yvonne cruza o caminho de Antoine, injustamente preso por Santi durante oito longos anos.

Crítica:
“Uma comédia policial de alto nível na qual os heróis se perseguem num balé burlesco, em busca do direito de ser e de parecer. Explosivo.”
Théo Ribeton, Les Inrockuptibles
“O equilíbrio sutil entre filme de gênero e divertimento atinge a quase perfeição.”
Baptiste Roux, Positif


 
20h – Filme: “A Revolução em Paris” (Pierre Schoeller | 2018 | 2h01 | Drama histórico | 14 anos)


Com: Gaspard Ulliel, Adèle Haenel, Olivier Gourmet, Louis Garrel, Izïa Higelin, Noémie Lvovsky, Laurent Lafitte
Direção: Pierre Schoeller
Distribuição no Brasil: Bonfilm

Sinopse:
Em 1789, sob o reinado de Luís XVI, o povo francês rebela-se contra a monarquia e exige uma transformação na sociedade baseada nos princípios de liberdade, igualdade e fraternidade. A Revolução em Paris, cruza os destinos de homens e de mulheres comuns com figuras históricas. No coração da história, há o destino do rei e o surgimento da República.

Crítica:
“Como um espetáculo guiado por uma preocupação de fidelidade às fontes, esse filme é um ensaio que leva a despertar a reflexão sobre a ideia de revolução, sobre sua atualidade.”
Thomas Sotinel, Le Monde

“Essa superprodução francesa reivindica com força a verdadeira filiação cinematográfica, cuja mãe é a fotografia e o pai, o teatro.”
Pierre Eisenreich, Positif

 

Domingo (09/06)

18h – Filme: “Astérix e o Segredo da Poção Mágica
” (Louis Clichy e Alexandre Astier | 2018 | 1h25 | Animação | Livre)

Com: Versão dublada e legendada
Direção: Louis Clichy e Alexandre Astier
Distribuição no Brasil: Bonfilm

Sinopse:
Asterix e Obelix precisam ajudar o velho druida Panoramix a encontrar um novo guardião para a poção mágica da Gália. Durante a viagem pela região, eles devem impedir que a receita mágica caia em mãos erradas, dando início a uma inesperada aventura. 

Críticas:
“Fiel ao espírito original, o filme a 300 km por hora, brilhante e brincalhão, vai agradar a pequenos e grandes, como um Pixar à moda francesa.”
Le Figaro

“Ao mesmo tempo fiel ao espírito original e repleto de invenções, uma nova aventura divertida: a sucessão de Goscinny está garantida.”
Cécile Mury, Télérama


 
20h – Filme: “O Mistério de Henri Pick” (Rémi Bezançon | 2019 | 1h40 | Comédia | 12 anos)

Com: Fabrice Luchini, Camille Cottin, Alice Isaaz
Direção: Rémi Bezançon
Distribuição no Brasil: A2 Filmes

Sinopse:
Em uma estranha biblioteca no coração da Bretanha, uma jovem editora descobre um manuscrito extraordinário que imediatamente decide publicar. O romance se torna um best-seller. Mas seu autor, Henri Pick, um bretão fabricante de pizza que morreu dois anos antes, nunca teria escrito nada além de suas listas de compras, segunda a viúva. Convencido de que se trata de uma fraude, um famoso crítico literário decide liderar a investigação.
 
Crítica:
“Um jogo de pistas inteligente, uma comédia policial tecida com alguns personagens bem feitos e atraentes.”
Cécile Mury, Télérama

 

Terça (11/06):

18h – Filme:  “Um Homem Fiel” (Louis Garrel | 2018 | 1h15 | Comédia Romântica | 12 ano)

Com: Laetitia Casta, Louis Garrel, Lily-Rose Depp
Direção: Louis Garrel
Distribuição no Brasil: Supo Mungam Films

Sinopse:
Marianne deixa Abel por Paul, seu melhor amigo e pai de seu futuro filho. Oito anos depois, Paul morre. Abel e Marianne voltam a namorar, despertando sentimentos de ciúmes tanto no filho de Marianne, Joseph, quanto na irmã de Paul, Eva, que secretamente ama Abel desde a infância.

Crítica:
“Entre o vaudeville e o drama à moda de Sautet, as referências a Hitchcock e Truffaut, o cineasta tricota fábulas, nas quais seus personagens sempre soam com justeza, entre charme e autoironia.”
Emily Barnett, Marie Claire


 
20h – Filme: “Através do Fogo” (Frédéric Tellier | 2018 | 1h56 | Drama | 14 anos)

Com: Pierre Niney, Anaïs Demoustier, Chloé Stefani
Direção: Frédéric Tellier
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Franck é bombeiro de Paris. Ele salva pessoas, é feliz. Durante uma intervenção num incêndio, ele se sacrifica para salvar seus homens. Ao acordar num centro de tratamento de queimaduras graves, ele entende que seu rosto se derreteu nas chamas. Ele terá que reaprender a viver e aceitar a ser salvo agora.

Crítica:
“Mais do que uma homenagem aos bombeiros, o filme de Frédéric Tellier é o retrato comovente de um homem e de um casal em reconstrução.”
Christophe Narbonne, Première

 

Quarta (12/06)

18h – Filme: “Mon Bébé”
(Lisa Azuelos | 2019 | 1h27 | Comédia dramática | 12 anos)


Com: Sandrine Kiberlain, Thaïs Alessandrin, Victor Belmondo
Direção: Lisa Azuelos
Distribuição no Brasil: Bonfilm

Sinopse:
Héloïse é mãe de três filhos. Jade, sua “caçulinha”, acabou de fazer 18 anos e vai sair do ninho para continuar seus estudos no Canadá. Héloïse se lembra dos momentos compartilhados, de uma terna e profunda relação mãe-filha e antecipa tanto a partida que vai se esquecer de viver o presente.

Crítica:
“Totalmente desinibida, não hesitando em improvisar, Sandrine Kiberlain está fantasticamente engraçada e terna nessa crônica familiar e sentimental, que fala com delicadeza da dificuldade de ser mulher e mãe ao mesmo tempo.”
Barbara Théate, Le Journal du Dimanche

 

20h – Filme: “Quem Você Pensa que Sou” (Safy Nebbou | 2019 | 1h41 | Drama | 12 anos)

Com: Juliette Binoche, François Civil, Nicole Garcia
Direção: Safy Nebbou
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Abandonada pelo marido, Claire Millaud, de 50 anos, decide criar um perfil falso em uma rede social. Lá, ela atende por Clara, uma bela jovem de 24 anos. O avatar interage com o jovem Alex, que acaba se apaixonando por ela enquanto Claire, por trás das telas, também começa a ama-lo e ficar viciada, sem saber como se desfazer da própria mentira.

Crítica:
“Paixão imediata por esse drama que aborda com muita exatidão e requinte assuntos como o envelhecimento, o medo do abandono, a paixão amorosa, o domínio, a obsessão e o desejo de não cumprir as regras.”
Stéphanie Belpêche, Le Journal du Dimanche

“Tenaz e frágil ao mesmo tempo, sem maquiagem nem joias, Juliette Binoche, que tem a idade e a fúria do seu personagem, está num dos seus melhores papéis: ela dança realmente na beira do precipício.”
Jérôme Garcin, Le Nouvel Observateur


 
Quinta (13/06)

18h – Filme: “Cyrano Mon Amour”
(Alexis Michalik | 2019 | 1h49 | Comédia dramática | 12 anos)

Com: Thomas Solivérès, Olivier Gourmet, Mathilde Seigner
Direção: Alexis Michalik
Distribuição no Brasil: A2 Filmes

Sinopse:
Dezembro de 1897, Paris. Edmond Rostand ainda não completou 30 anos, mas já tem dois filhos e muitas angústias. Desesperado por trabalho e há dois anos sem conseguir escrever, ele propõe ao renomado ator Constant Coquelin uma nova peça, uma comédia heroica, em verso. Assim começa a escrever essa peça na qual ninguém acredita, mas por enquanto, ele só tem o título: Cyrano de Bergerac.

Crítica:
“Em seu primeiro filme, Michalik faz um grande afresco romântico, homenageando os atores, o amor e a alegria de viver.”
Fabrice Leclerc, Paris Match


 
20h – Filme clássico: “Cyrano de Bergerac” (Jean-Paul Rappeneau | 1990 | 2h15 | Comédia dramática | 12 anos)


Com: Gérard Depardieu, Anne Brochet, Vincent Perez, Jacques Weber
Direção: Jean-Paul Rappeneau
Distribuição no Brasil: Bonfilm

Sinopse:
Poeta sentimental, filósofo emotivo e dualista hábil, Cyrano é apaixonado pela bela Roxanne,  mas não a paquera por vergonha do seu grande nariz. Ao invés disso, ele escreve cartas de amor para o lento, mas charmoso Christian para que ele conquiste a mão da donzela. Ela acaba se apaixonando perdidamente pelo autor, mas não sabe que foram escritas pelo Cyrano.

 

Sexta (14/06)

18h – Filme: “Os Dois Filhos de Joseph”
(Félix Moati | 2019 | 1h30 | Comédia dramática | 12 anos)

Com: Vincent Lacoste, Benoît Poelvoorde, Mathieu Capella
Direção: Félix Moati
Distribuição no Brasil: Pandora Filmes

Sinopse:
Para Ivan um menino de 13 anos, seu pai Joseph e seu irmão mais velho Joachim são os seus principais modelos de vida. Porém, em determinado momento os dois falham e o jovem percebe como pode ser ruim conhecê-los.

Crítica:
“Leve e metafísico ao mesmo tempo, esse filme é estrelado por atores que atuam de forma contida e com diálogos formidavelmente engraçados.”
Le Parisien

“Refrescante e sedutor, o primeiro filme de Félix Moati retrata com ternura e humor uma crônica familiar tingida de melancolia.”
Marcos Uzal, Libération

 

20h – Filme: “Filhas do Sol” (Eva Husson | 2018 | 1h55 | Drama | 14 anos)

Com: Golshifteh Farahani, Emmanuelle Bercot
Direção: Eva Husson
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Bahar é a comandante das Filhas do Sol, um batalhão composto apenas por mulheres curdas que atua ofensivamente na guerra do Curdistão. Ela e as suas soldadas estão prestes a entrar na cidade de Gordyene, local onde Bahar foi capturada uma vez no passado. Mathilde é uma jornalista francesa que está acompanhando o batalhão durante o ataque. O encontro entre as duas mulheres, dentro do cenário caótico que as cercam, irá mudar a vida de ambas permanentemente.

Crítica:
“A cineasta alia um relato de guerra bonito e original e um retrato entusiasmante de combatente curda, estrelado pela resplandecente Golshifteh Farahani, que brilha na tela.”
Lorenzo Ciavarini Azzi, Culturebox – France Télévisions

 

Sábado (15/06)

18h – Filme: “Boas Intenções”
(Gilles Legrand | 2018 | 1h40 | Comédia dramática | 12 anos)


Com: Agnès Jaoui, Alban Ivanov, Tim Seyfi
Direção: Gilles Legrand
Distribuição no Brasil: Pandora Filmes

Sinopse:
Sempre envolvida em uma série de trabalhos humanitários, Isabelle, professora de francês, vê-se em concorrência no centro social no qual trabalha. Ela vai então levar seus alunos a fazerem um curso inusitado de alfabetização.

Crítica:
“Sempre muito precisa, Agnès Jaoui traz muito humor e ternura para seu personagem. E o filme faz refletir com sutileza sobre as contradições entre nossas convicções, nossos modos de vida e nossos atos.”
Le Parisien

 

20h – Filme: “Graças a Deus” (François Ozon | 2019 | 2h17 | Drama | 14 anos)

Com: Melvil Poupaud, Denis Ménochet, Swann Arlaud
Direção: François Ozon
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Alexandre, pai de familia, descobre, por acaso, que o padre que abusou dele enquanto era escoteiro ainda prega junto às crianças. Ele inicia, então, um combate, ao qual se juntam, rapidamente, François e Emmanuel, também vítimas do padre, para “liberar a palavra” sobre o que sofreram e criam um grupo de apoio para aumentar a pressão na justiça por providências.

Prêmio:
Vencedor do Urso de Prata no Festival de Berlim 2018, o filme tem como base a história real que conduziu à condenação do cardeal francês Philippe Barbarin.

Críticas:
“Por meio de um fato da atualidade, François Ozon faz, ao mesmo tempo, um grande filme político, incitando a grandes questionamentos da sociedade e um retrato muito justo de homens frágeis, mas nunca fracos.”
Pierre Charpilloz, Bande à part

 

Domingo (16/06)

18h – Filme: “Finalmente Livres”
(Pierre Salvadori | 2018 | 1h47 | Comédia | 14 anos)

Com: Adèle Haenel, Pio Marmai, Audrey Tautou, Damien Bonnard
Direção: Pierre Salvadori
Distribuição no Brasil: California Filmes

Sinopse:
Yvonne, jovem inspetora de polícia, descobre que o marido, o capitão Santi, herói local morto em combate, não era o policial corajoso e íntegro que ela pensava, mas um verdadeiro bandido. Determinada a reparar os erros cometidos por ele, Yvonne cruza o caminho de Antoine, injustamente preso por Santi durante oito longos anos.

Crítica:
“Uma comédia policial de alto nível na qual os heróis se perseguem num balé burlesco, em busca do direito de ser e de parecer. Explosivo.”
Théo Ribeton, Les Inrockuptibles

“O equilíbrio sutil entre filme de gênero e divertimento atinge a quase perfeição.”
Baptiste Roux, Positif

 

20h – Filme: “O Professor Substituto” (Sébastien Marnier | 2019 | 1h43 | Suspense| 14 anos)

Com: Laurent Lafitte, Emmanuelle Bercot, Pascal Greggory
Direção: Sébastien Marnier
Distribuição no Brasil: Supo Mungam Films

Sinopse:
Um professor, de um respeitado colégio, se joga da janela sob os olhares assustados de seus alunos. Seis deles não demonstram sentimento algum. Pierre, o professor substituto de francês, rapidamente nota o comportamento estranho deste grupo de seis alunos, que são extraordinariamente inteligentes e admirados por todos os professores. Da curiosidade à obsessão, Pierre tentará descobrir o segredo destes jovens.

Crítica:
“Um conto inteligente e angustiante no limite dos gêneros, que reflete a preocupação cada vez maior da juventude diante de um futuro incerto e de um mundo que parece em perigo. Após Irrepreensível é a confirmação de que Sébastien Marnier é um diretor a ser acompanhado.”
Geoffrey Crété, Ecran Large

1 comentário

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Conceito. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Conceito poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • João
    29 Mai 2019 às 09:51

    Será que dá pro Sesc Arsenal tirar o cheiro de mofo da sala de cinema? A saúde dos cinéfilos agradece.

Redes Sociais

Sitevip Internet