Olhar Direto

Segunda-feira, 06 de abril de 2020

Notícias / Cidades

Dom Pedro Casaldáliga retorna a São Félix após suposta ameaça de morte

Da Redação - Jardel P. Arruda

13 Jan 2013 - 18:39

Foto: Viomundo

Dom Pedro Casaldáliga retorna a São Félix após suposta ameaça de morte
O bispo emérito de São Félix do Araguaia (1200 Quilômetros de Cuiabpa), Dom Pedro Casaldáliga, 84, voltou para casa após passar mais de três semanas fora de Mato Grosso, sob proteção da Polícia Federal, por supostamente ter sido vítima de ameaças de morte de fazendeiros da região.

Crise em Suiá Missú gera intrigas, novos processos judiciais e inquéritos

As ameaças seriam retaliações dos produtores rurais de Estrela do Araguaia, distrito de Alto Araguaia alvo de uma operação de desintrusão de todos os não-indígenas a fim de se consolidar a terra indígena Marãiwatsédé, do povo Xavante.

A chegada de Casaldáliga a São Félix ocorreu sem alarde, ao fim da primeira quinzena de janeiro de 2013. Ele, que é apoiador da causa indígena e fez coro pela retirada dos produtores. Dessa forma, acabou tido pelos simpatizantes dos ruralistas de Estrela do Araguaia como um dos responsáveis pela decisão da Justiça Federal de despejar todos os não índios da área.

Em Alto Boa Vista, por exemplo, uma série de pichações acusam Casaldáliga, em parceria com o secretário Nacional de Articulação Social, Paulo Maldos, de ser culpado pela saída dos produtores rurais.

O bispo foi retirado de São Félix do Araguaia na madrugada do dia 7 de dezembro, onde mora em uma casa sem muros, escoltado pela Polícia Federal. De lá ele foi levado pra Brasília, onde foi homenageado pela presidente Dilma Rousseff (PT) em decorrência da atuação em favor dos sem terras e dos povos indígenas. Poucos dias depois ocorreu um conflito entre os moradores da área a ser descupada e as forças policiais respnsáveis pela ação de despejo.

A saída dele da região Norte Araguaia, no entanto, causou revolta entre os produtores rurais da região. Para s ruralistas, as supostas ameaças e a escolta da Polícia Federal foram apenas um teatro armado a fim de jogar a opinião pública, que já preferia a visão romântica dos índios Xavantes, contra eles.

De acordo com eles, Casaldáliga é inimigo dos fazendeiros de longa data e nunca foi bem quisto pela população de Estrela do Araguaia desde que teria se negado a celebrar missas no lugar. Além disso, há décadas o bispo coro a causa dos Xavantes.

No entanto, apesar de há tanto tempo ele ser rival dos produtores, os ruralistas afirmam nunca terem tentado nada contra o bispo emérito, mesmo quando ele ainda andava sozinho pelas cidades dos arredores, sem qualquer proteção. “Seria um tiro no pé, burrice”, argumentavam sempre que questionados a respeito do assunto.

A casa do bispo dom Pedro Casaldáliga continua sendo monitorada pela Polícia Federal. O esquema de segurança deve continuar, pelo menos, até o fim total da operação de desintrusão do distrito Estrela do Araguaia/terra indígena Marãiwatsédé.

A operação, levada a cabo por uma força tarefa que compreende Exército Brasileiro, Polícia Federal, Polícia Rodoviária Federal e Força Nacional de Segurança, já está em estágio avançado. Segundo o mais recente relatório enviado pela Funai, quase metade das propriedades rurais notificadas já estariam vazias.

Já a vila, conhecida como Posto da Mata, já está praticamente vazia. Os moradores da região iniciaram uma saída em massa após receberem um ultimato para sair, sob pena de serem presos pelo crime de desobediência.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Sr>N
    18 Jan 2013 às 16:42

    Caro Sr.X, o verdadeiro, também não professo da mesma fé que o bispo D Pedro Casaldáliga, mas era um sonho conhecê-lo pessoalmente e no ultimo dia 07 tive o privilégio de estar em sua casa e conhecê-lo. Um grande Homem, assim mesmo, com H maíusculo, franzino, frágil, sereno e ainda consciente que sua luta não terminou apesar de muito feliz por ver o resultado de sua batalha por justiça sendo exercida pelo estado brasileiro. Também pude ver o vale dos "valentões" abandonado por aqueles que fizeram mil ameaças de não saírem vivos de lá, acho que desencarnaram ou fizeram de lá por enquanto o vale dos covardes.

  • sr.x.
    17 Jan 2013 às 08:53

    Olha só, alguém ressuscitou o Sr X. O maior problema desses impostores não é divulgar ideias patéticas e tentar atribui-las a esse personagem que criei. O pior é a redação precária. Por questões obvias e elementares, sou ateu. Mas tenho um grande respeito pelo bispo, a quem não conheço pessoalmente. Assim, essa fala sem pé nem cabeça atribuída ao Sr.x, aos meus olhos, é estúpida e sem qualquer relevância. Por outro lado, acho super interessante essa loucura de tentar achar culpados e dar nomes a eles. Vocês nunca vão perceber e assumir que os únicos culpados são vocês e seus politicuzinho mancuebas e bestializados? Vocês invadiram terras públicas sabendo o que estavam fazendo. No decorrer da extrusão, mentiram, fraudaram, trancaram estradas, colocaram fogo em bens públicos, tentaram agredir servidores públicos. Agora paguem o preço. Já tive pena, hoje não tenho. Percebi que há ai uma grave problema de caráter, e para isso não tem remédio. Agora vêem esses urubus da política matogrossense dizendo que falta assistência às famílias. Concordo que alguns compraram gato por lebre e merecem atenção, mas grande maioria merece mesmo é cadeia. Receber comida de graças, mas pelas grades. Vocês nunca vão conseguir entender que quem promoveu de fato essa extrusão foi o Estado brasileiro e fez isso com base em decisões de todos os poderes da União. Vocês estavam totalmente e absolutamente errados. Sempre foram ilegais e sabiam muito bem disso. Tentaram ganhar no grito e perceberam tardiamente que não tinham fôlego para o grito.

  • Sr. X
    15 Jan 2013 às 13:27

    ser insignificante!!!! ele PADRE DA DITADURA injusto.

  • Zé Luis
    14 Jan 2013 às 07:20

    Laerte, tive a oportunidade e o prazer DD conhecer pessoalmente D. Pedro, me impressionou a figura humana, e sai desse encontro com a seguinte pensamento, vc pode nao concordar com ele em nada que pensa, eu discordo em vários pontos, porém ainda nao conheci ninguém que leva a vida exatamente como diz. D. Pedro além de um grande poeta e escritor e uma figura rara dos nossos tempos, portanto deve se respeitar ele, seu pensamento e suas atitudes, e aconselho uma pesquisa sobre ele e seu pensamento, vc vai mudar de Ideia.

  • Laerte Nogueira
    13 Jan 2013 às 22:03

    Casaldaliga pra ser homem de verdade, nao podia ter corrido das arruacas que provocou. Paulo Maldos, da mesma forma. ambos tem que provar e dar nome de quem os ameacou de morte. Dois covardes. Casaldaliga, ministro de santanas nao de DEUS. DEUS, nao fala em paz e prega a desarmonia. Casaldaliga pratica isso.

  • Ex-eleitor
    13 Jan 2013 às 19:51

    Moro próximo a área de desocupação há mais de 40 anos e o que testemunhei de injustiças nunca mais esquecerei enquanto viver. Toda véspera de eleições o que não falta aqui é candidato pedindo votos. Agora, cadê eles? Sumiram todos! Está claro que eles só querem mais é o poder. Fiz uma promessa que nunca mais votarei em ninguém, meu voto de agora em diante será nulo.

Sitevip Internet