Olhar Direto

Terça-feira, 25 de junho de 2019

Notícias / Cidades

Após ser agredida, mulher pede ajuda da polícia para retirar o filho de casa

Da Redação - Viviane Petroli

05 Set 2015 - 08:17

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Após ser agredida, mulher pede ajuda da polícia para retirar o filho de casa
Uma mulher de 30 anos, após ser agredida pelo companheiro, procurou ajuda nesta sexta-feira, 04 de setembro, para retirar o filho de apenas 10 meses de dentro da residência aonde vivia com o agressor. O socorro foi solicitado ao avistar uma viatura da Polícia Militar ao sair de exames médicos que apontavam fraturas decorridas da violência.
 
O caso foi registrado em Várzea Grande, segundo o Boletim de Ocorrência nº 2015.259669.

Leia mais:
Instrutor de autoescola é executado com quatro tiros em bairro de periferia
 
Consta no Boletim de Ocorrências, que uma viatura da Polícia Militar estacionava na Avenida Iara, localizada no bairro Jardim Gloria II, quando a vítima procurou os policiais e disse ter sido agredida pelo companheiro por volta das 14h.
 
Apresentando os exames de Raio-X, que apontavam fratura na bacia, a mulher solicitou ajuda dos policiais para retirar seu filho de 10 meses de sua residência, uma vez que o agressor, de 31 anos, encontrava-se no local e ela temia por sua segurança.
 
Ao chegarem com a vítima na residência foi solicitado que o homem entregasse a criança, contudo o mesmo recusou-se e começou a discutir com a companheira.
 
Diante a situação os policiais, conforme o Boletim de Ocorrências, informaram que ambas as partes seriam encaminhadas para a Delegacia. Com a resistência do suspeito, viaturas foram solicitadas para reforço, o que levou este a se entregar.
 
Consta, ainda, no Boletim de Ocorrências que o conduzido foi algemado com receio de fuga. Ao chegar à Delegacia foi realizada checagem do suspeito através do CIOSP e verificou-se que o mesmo possui uma passagem pelo artigo 121 em 2013, porém não há mandado de prisão em aberto.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • francisco filho
    07 Set 2015 às 09:10

    até agora sete pessoas que gostam de agredir as mulheres deram negativo.

  • PAULO
    06 Set 2015 às 16:33

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • francisco filho
    06 Set 2015 às 11:57

    Para mim essa lei maria da penha não existe, assim como as outras, pois hoje em dia ninguém respeita decisão judicial, por exemplo medida protetiva, hoje quem realmente resguarda essas mulheres vitimas de violência somos nós Policiais Militares, se não fosse a gente, o que seriam dessas mulheres, impossivelmente não podemos evitar as violências, mais assim que somos acionados estamos prontos para intervir com o risco da própria vida, não sou o pai da verdade, nem o dono do mundo mais sou Filho Dele, mulheres se valorizem com um cidadão de bem, às vezes o relacionamento não dá certo, quem dirá com um criminoso, usuário de drogas (claro que não são todas), mais olha para você e se valorize, pois segundo a a palavra do Senhor (faz por onde que te ajudarei), depois não venham dizer que Deus não me ajuda. ele virou as costas para mim, porque isso é puro engano ele está sempre a seu dispor.

  • reginaldo
    05 Set 2015 às 13:55

    os policiais esqueceram da lei maria da penha ou ela nao existe.

  • Fábio
    05 Set 2015 às 10:47

    Esses tipo de homem é brabo dentro de casa com as suas esposas, na rua anda rebolando e ate muda de voz.

  • Fábio
    05 Set 2015 às 10:45

    Uai........não é o brabão? Porque não encarou a policia seu covarde?

Sitevip Internet