Olhar Direto

Terça-feira, 28 de janeiro de 2020

Notícias / Cidades

Aeroporto de Cuiabá ainda é o segundo pior do Brasil; WS contesta

Da Redação - Wesley Santiago

12 Mai 2017 - 09:21

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Aeroporto de Cuiabá ainda é o segundo pior do Brasil; WS contesta
O Aeroporto Internacional Marechal Rondon, localizado em Várzea Grande (região metropolitana de Cuiabá), ainda amarga o título de segundo pior do Brasil, dos 15 analisados pelo levantamento. Isso é o que aponta a Pesquisa Permanente de Satisfação dos Passageiros, do Ministério dos Transportes, Portos e Aviação Civil (MT). Porém, vale salientar o crescimento atingido pelo terminal mato-grossense, que foi o com maior evolução no índice.

Leia mais:
Nevoeiro cobre Cuiabá, fecha aeroporto e causa atraso em voos
 
Segundo o levantamento feito, Cuiabá só ficou a frente do aeroporto de Salvador (BA). Sendo que o terminal de Mato Grosso teve a nota 4,04 e o baiano de 3,83. Com o crescimento, o Marechal Rondon se aproximou do aeroporto de Congonhas (SP), que teve 4,11. O aeródromo com a melhor satisfação foi o de Curitiba (PR), com nota 4,73.
 
O aeroporto de Cuiabá teve a maior evolução da satisfação geral. O desempenho foi de 23% em comparação com o primeiro trimestre de 2016. Na avaliação mensal da pesquisa, Viracopos, de Campinas (SP), bateu a meta com a maior nota da história: 4,96 no mês de março.
 
De acordo com o levantamento, pela primeira vez, o Marechal Rondon apresentou nota acima de 4, passando de 3,83 para 4,04 nos três primeiros meses do ano. É o melhor desempenho da série histórica, medida desde 2013. Com isso, se aproximou de grandes aeroportos nacionais como o Congonha (4,11), em São Paulo (SP), e se distanciou de Salvador (3,83), na Bahia, que obtém o pior no ranking nacional.

O secretário de Cidades (Secid), Wilson Santos (PSDB), disse ao Olhar Direto que "o Brasil tem mais de 200 aeroportos. Dos 15 melhores deste levantamento, nós somos o segundo pior. Falar que é o segundo pior do país é mentira. Tanto que ai não está Campo Grande (MS), Florianópolis (SC). Tivemos um crescimento muito grande. Tem gente trabalhando de blusa de frio no aeroporto. Daqui a seis meses, vamos estar entre os dez melhores".
 
Para o ministro Maurício Quintella, os números gerais do levantamento representam uma grande vitória para a aviação nacional. “Pela primeira vez na história da pesquisa, 14 dos 15 aeroportos avaliados tiveram nota acima de 4, a média estipulada pelo Governo. Isso mostra claramente que estamos no caminho certo para melhorar a qualidade dos serviços prestados à população”, afirma.
 
O avanço percebido pelos passageiros que circulam no Aeroporto Internacional Marechal Rondon e quantificado no levantamento nacional havia sido antecipado pelo governador do Estado, Pedro Taques, durante visita ao terminal na terça-feira (09.05). Segundo ele, o aeroporto de Mato Grosso vai figurar entre os melhores do país depois da conclusão da reforma e ampliação, prevista para agosto deste ano.
 
A obra agora já atinge o estágio de 80% do projeto finalizado.  “A nossa meta é superar a nota 4. Se for avaliado o gráfico desde o início da nossa administração, o aeroporto está numa média crescente. No levantamento anterior, estava com 3,83 e agora tenho certeza que já passaremos de 4”, disse o governador na ocasião, acrescentando que dessa forma o Marechal Rondon não envergonharia mais o Estado por estar entre os piores do país.
 
O titular da Secretaria de Estado das Cidades (Secid-MT), que fiscaliza as obras no aeroporto, Wilson Santos, acrescentou que essa evolução na pesquisa do Ministério dos Transporte e Aviação Civil deve-se ao respeito e à responsabilidade com que a gestão Pedro Taques trata as obras que ficaram no escopo da Copa do Mundo.  “Nós vamos concluir nossa missão de entregar esse aeroporto como um dos 10 melhores aeroportos do Brasil. Essa é uma meta que nós estabelecemos e que perseguimos diuturnamente”, afirmou.
 
Obra
 
A obra completa do aeroporto Marechal Rondon está orçada em R$ 84,63 milhões e até o momento já foram executados 80% dos serviços. A previsão é de entrega final no mês de agosto de 2017.
 
O Marechal Rondon é hoje uma das principais portas de entrada de Mato Grosso e as obras de reforma do terminal garantirão, além de mais conforto aos usuários, a ampliação da capacidade de fluxo de passageiros para até cinco milhões de pessoas por ano. Em 2016, a movimentação de pessoas no complexo chegou a 2,8 milhões, segundo dados da Infraero. A projeção para 2017 é que a base cresça para até 3,2 milhões de passageiros no ano.
 
Pesquisa
 
Atualmente a pesquisa é realizada pela Praxian Consultoria Ltda. por encomenda do MT. Desde que foi lançada, em janeiro de 2013, o levantamento já ouviu mais de 253 mil pessoas nos 15 aeroportos responsáveis por 80% da movimentação de passageiros no país.
 
Numa escala de 1 a 5, os usuários classificam o desempenho das operações em 37 indicadores, além do item final sobre a sua satisfação geral com o aeroporto. Neste último trimestre, foram entrevistadas 13.807 pessoas, das quais 8.749 eram passageiros de voos domésticos e 5.058 de internacionais. Ao todo são 37 indicadores, além do item final sobre a sua satisfação geral com o aeroporto.

Atualizada às 11h41.

3 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Preocupadíííssino
    12 Mai 2017 às 23:29

    Infelizmente essa herança maldita deixada por Silval Barbosa e sua trupe ainda vai longe. Acabo de pousar no aeroporto vindo de São Paulo. Ficamos rodando meia hora e, por fim tivemos que retornar para Campo Grande_MS. Quando chegamos aqui, duas horas depois começou outro martírio. Mais meia hora para a retirada das bagagens. Já melhorou muito, mas ainda falta. Vamos aguardar. São quase cem milhões. É muuuito dinheiro.

  • Rodrigo
    12 Mai 2017 às 19:20

    Pq não coloca na capa da matéria assim, aeroporto de Cuiabá sobe nas pequisas de avaliação como outros sites fizeram? Não prefere queimar a matéria com inverdades...

  • Luluzinho
    12 Mai 2017 às 17:12

    Porque segundo pior do Brasil? sendo q só 15 Aeroportos foram avaliados..é isso q eu não entendo... Wilson está certissimo nesse questionamento

Sitevip Internet