Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Maggi descarta disputar o governo e diz que nem pesquisa com bons resultados o estimula

Da Redação - Lucas Bólico

18 Ago 2017 - 17:34

Foto: Rogério Florentino Pereira/ Olhar Direto

Maggi descarta disputar o governo e diz que nem pesquisa com bons resultados o estimula
O ministro da Agricultura, Blairo Maggi (PP), fez questão de sepultar de vez qualquer intenção de lhe colocarem no páreo para a disputa ao governo de Mato Grosso em 2018. Num momento em que as pesquisas em torno da preferência do eleitorado começam a aparecer, Maggi sacramentou que nem os melhores resultado nos levantamentos são suficientes para que ele se sinta estimulado a tentar voltar ao Paiaguás.

Leia também:
Independente de denúncias, PP mantém projeto de lutar por Blairo Maggi na disputa pela Presidência em 2018
 
“Desde que saí do governo disse que jamais voltaria lá. Eu não tenho essa vontade”, afirmou, em entrevista concedida após evento realizado nesta sexta-feira (18), em Barra do Garças. Maggi explicou que chefiar o Executivo estadual é uma atividade cujo grau de desafio é muito grande e impõe uma rotina muito dura.
 
“Eu não tenho a mínima vontade, agradeço as intenções de voto, isso é muito bom para mim internamente, mas não é uma coisa que me estimula a disputar uma eleição para o Governo do Estado. Eu vou trabalhar para me reeleger ao Senado”, completou.
 
De acordo com o ministro, no atual cenário o único candidato certo em 2018 é o governador Pedro Taques (PSDB), que vai à reeleição. “A partir de abril a gente começa a falar mais em definitivo”, declarou. De acordo com ele, o senador Wellington Fagundes (PR), o vice-governador Carlos Fávaro (PSD) e o deputado federal Adilton Sachetti (PSB) são políticos com potencial para a disputa.
 
Maggi afirmou que nos últimos dias recebeu imagens de pesquisas que o mostravam bem posicionado na tendência atual do eleitorado, mas que não chegou a fazer uma análise mais aprofundada nos números porque avalia ser necessário aguardar dados mais próximos do pleito de 2018, quando deverá disputar a reeleição.  
 
“São números que me deixam bastante feliz, depois de oito anos do Governo do Estado, um mandato no Senado, passando pelo Ministério da Agricultura e ainda as pessoas têm uma lembrança boa do meu governo, com um recall muito bom. Isso é uma satisfação pessoal bastante grande”.

4 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Aline
    19 Ago 2017 às 13:00

    Aff, já imaginou sai Taques e entra Sachetti, Fagundes, Favaro ou Maggi? Aí que nosso Mato Grosso vai para o buraco.

  • Damião
    19 Ago 2017 às 07:25

    V.sa está devendo muitas explicações para população matogrossense, tinha que ficar fora da política, na atual conjuntura não ganha nem para síndico.

  • Netao do Araguaia
    19 Ago 2017 às 06:05

    Ate parece! Se fala em guardar os numeros para analises mais profunda e que se manifestara mais proximo ao pleito. Haaa para né tio?

  • por justiça
    18 Ago 2017 às 20:43

    Porque na verdade os politicos de hoje e so pra menter a mão do dinheiro publico sem do ele sabe tem muitas aguas a rolar e aguarde que vem mais por ai so questão de momento.....

Sitevip Internet