Olhar Direto

Quinta-feira, 23 de maio de 2019

Notícias / Política MT

Lúdio diz que irá apoiar Mesa de oposição, mas avalia que PT não exercerá influência

Da Redação - Érika Oliveira

29 Nov 2018 - 17:21

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Lúdio diz que irá apoiar Mesa de oposição, mas avalia que PT não exercerá influência
O deputado estadual eleito Lúdio Cabral (PT) afirmou que o PT ainda não definiu quem irá apoiar na eleição da Mesa Diretora da Assembleia Legislativa para o próximo biênio, mas avaliou que dificilmente o partido exercerá alguma influência no pleito, tendo em vista os nomes que até então foram postos. O petista disse, ainda, que seu voto deverá ser naquele candidato que mais se distanciar das ações do Executivo.

Leia mais:
“Nem Janaina, nem Maluf, nem ninguém”, diz Botelho sobre acordo para formação da Mesa Diretora

“Para mim o critério não é ser novo ou ser velho, porque entre os antigos há experiência e há erros, mas entre os novos é da mesma forma. A leitura, no meu entendimento, que nós devemos fazer é daquilo que é melhor para quem vai estar no papel que eu exerço. Eu vou ser deputado de oposição, de uma bancada de oposição. A oposição precisa de condições regimentais para atuar, então a gente precisa de uma Assembleia que tenha uma relação harmônica e independente com relação ao Executivo, que paute temas que são centrais para o Estado, por exemplo a tributação da agricultura”, afirmou, durante a audiência pública que debateu a taxação do agronegócio nesta quinta-feira (29).

Até o momento, os deputados Eduardo Botelho (DEM), atual presidente da Assembleia, Guilherme Maluf (PSDB), Janaina Riva (MDB) e o delegado Claudinei Lopes (PSL), recém eleito, lançaram seus nomes para a presidência da Casa. Este último encabeça a chapa dos deputados novatos, que descartaram a presença de reeleitos na futura Mesa Diretora.

“Se a gente quiser uma composição de novos contra antigos, há uma diversidade entre os novos que pode não ser compatível, mas que é preciso respeitar, porque todos os deputados foram eleitos legitimamente. Ainda não estou acompanhando o debate da Mesa, mas o dialogo que fiz com o Barranco é para que a gente tome uma decisão conjunta, respaldada pelo partido, pensando no papel que nós teremos dentro da instituição”, declarou Ludio Cabral.

A eleição para a Mesa Diretora da Assembleia Legislativa de Mato Grosso será realizada apenas em fevereiro de 2019. “A experiência que eu tenho sobre discussão de Mesa é que ela só acontece no final. E quem é oposição geralmente tem um espaço muito pequeno, não tem capacidade de influência”, pontuou o petista.

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet