Olhar Direto

Terça-feira, 18 de junho de 2019

Notícias / Cidades

Jovem de 18 anos é morta com tiro na testa pelo ex-namorado na frente da filha de 4 anos

Da Redação - Fabiana Mendes

20 Mai 2019 - 11:29

Foto: Rogério Florentino Pereira/OD

Jovem de 18 anos é morta com tiro na testa pelo ex-namorado na frente da filha de 4 anos
Uma jovem de 18 anos, identificada como Thaays Almeida Silva, foi assassinada com um tiro na testa, na frente da filha de quatro anos, na sua residência, no bairro Bom Jesus, em Diamantino (a 201 quilômetros de Cuiabá), na última sexta-feira (17). O principal suspeito do crime é o ex-namorado da vítima, Entony Enrique Ferreira da Silva Felix, de 18 anos, que não aceitava o fim do relacionamento.

Leia mais:
MT têm duas mulheres mortas por semana nos primeiros três meses de 2019; 12 feminicídios

A Polícia Militar foi acionada para atender uma ocorrência de homicídio de uma jovem vítima de disparo de arma de fogo na cabeça. No local, foi constatada a veracidade dos fatos, sendo a vítima socorrida para o Pronto-Atendimento, porém não resistiu aos ferimentos e foi a óbito. O disparo atingiu a parte frontal do crânio.

Familiares relataram que viram o momento que Entony Enrique chegou à residência. Uma testemunha que estava na casa no momento do ocorrido disse que ouviu o casal conversando e em seguida o disparo. Thaays foi encontrada caída no quintal da residência. Logo após o crime, o suspeito fugiu sentido BR-364.

A filha da vítima, de apenas quatro anos, teria presenciado o crime. Os policiais saíram em diligências em busca do suspeito, que foi visto por várias pessoas durante a fuga, porém não conseguiram localizá-lo.

Suspeito do crime. Segundo informações da Polícia Civil, o suspeito era extremamente ciumento e não queria que Thaays conversasse com amigas, fato pelo qual ela queria romper o relacionamento. O crime teria sido motivado por ele não aceitar a separação. Durante as diligências, foram apreendidos aparelhos celulares da vítima que deverão auxiliar as investigações e, na localização do suspeito.

Feminicídio 

Em apenas três meses, 24 mulheres foram mortas em Mato Grosso, sendo que 12 foram vítimas de feminicídio [homicídio cometido contra mulheres que é motivado por violência doméstica ou discriminação de gênero]. Isto dá uma média de uma morte a cada três dias e meio ou duas a cada uma semana.

Os casos tipificados como feminicídios correspondem a 50% das mortes de mulheres no estado, registradas entre janeiro e março de 2019. Vale ressaltar que este é um levantamento prévio, que ainda pode sofrer alteração, em função do andamento das investigações. Isso porque em alguns casos o feminicídio é uma circunstância que surge no decorrer do inquérito.

10 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Márcio Benedito de Moraes
    21 Mai 2019 às 08:18

    procurou achou 18 anos já com filho de 4 anos afff olha o perfil do namorado dela , achei b............

  • carlos
    20 Mai 2019 às 15:51

    Fui ver o perfil deles no face.. quando vi foto fumando maconha já parei.

  • Ana
    20 Mai 2019 às 14:17

    Vetado por conter expressões ofensivas e/ou impróprias, denúncias sem provas e/ou de cunho pessoal ou por atingir a imagem de terceiros. Queira por favor refazer seu comentário e reenviá-lo.

  • teves neves
    20 Mai 2019 às 14:12

    Vérme....covárde....escória....

  • eduardo
    20 Mai 2019 às 13:40

    ki essas mulheres querem se envolver com esses tipos de figura. olha a pinta.

  • Juca
    20 Mai 2019 às 13:33

    O sujeito novo, na idade de entrar para uma faculdade que mantem relações pessoas e amorosas com uma mulher de sua idade, que já tem uma filha de 04 anos, não é competente para arrumar uma solteira e desimpedida. Logo não é de se confiar!

  • Pedrão
    20 Mai 2019 às 13:06

    Daqui a pouquinho todo cidadão de bem, feito esse moleque aí, vai estar com até quatro armas disponíveis pra extravasar sua raiva - muitas vezes em cima da mulher. Muitos defensores dessa medida desastrada estão querendo justamente isso. Não vão mais levar desaforo pra casa, e nem aturar serem contrariados DENTRO de casa. Deus nos acuda.

  • Isabel Torella Di Romagliano.
    20 Mai 2019 às 12:55

    O que leva uma jovem a namorar um sujeito que não é preciso orientação de videntes para perceber que não é boa pessoa. Meninas vamos escolher melhor os nossos amores, o recado também serve para os meninos.

  • Zumbi do espaço
    20 Mai 2019 às 11:49

    Situação lamental para a criança e a familia da moça, agora da uma analisada no cidadão cheio de tatuagem, cara de noiado, esse é o tipo de namorado. Infelizmente a juventude está perdida.

  • Jana
    20 Mai 2019 às 11:47

    Vitima com 18 anos, com filha de 04, foi mãe com 14 anos...afff....

Sitevip Internet