Olhar Direto

Sábado, 19 de setembro de 2020

Notícias / Cidades

Mulher sofre traumatismo craniano ao ser empurrada pelo namorado

Da Redação - Fabiana Mendes

03 Jun 2020 - 17:20

Foto: Divulgação - PMMT

Mulher sofre traumatismo craniano ao ser empurrada pelo namorado
Uma mulher sofreu traumatismo craniano ao ser empurrada pelo namorado e depois bater a cabeça. O caso ocorreu na noite e terça-feira (2), em um bar na cidade de Nova Guarita (a 680 quilômetros de Cuiabá).  O local também funcionaria como boca de fumo e ponto de prostituição e exploração de adolescentes. 

Leia mais:
Homem se recusa a usar máscara, cospe em funcionários e pacientes de UPA

No hospital, os policiais localizaram o namorado da vítima, que relatou namora a mulher há pouco mais de um ano. Segundo ele, a namorada havia tentado lhe esfaquear no bar por causa ciúmes e ele a empurrou, ocasionando o ferimento na cabeça da vítima. O suspeito estava com lesões no pescoço e braço.

A equipe da PM realizava rondas pela região, quando foi acionada via 190 para verificar uma ocorrência em que um homem havia agredido uma mulher. Ao chegar ao local, a polícia identificou que a vítima já recebia atendimento médico.

Os policiais retornaram ao bar onde havia ocorrido a briga do casal. Testemunhas informaram que o estabelecimento se trata de uma boca de fumo. Na checagem ao bar, os policiais perceberam um adolescente correndo, tentando fugir da abordagem, o menor foi pego e com ele os policiais encontraram uma porção de pasta base.

A PM acionou o Conselho Tutelar para dar apoio na ocorrência já que haviam duas crianças no bar.  Uma teria seis meses e outra três anos de idade, filha de uma adolescente de 16 anos, com um dos suspeitos, e de outra mulher, que acabou detida na ação policial.

No bar, a polícia encontrou enterrado no quintal 56 gramas de maconha, 112 gramas de cocaína, um caderno de anotações, balança de precisão e R$ 1.130,00.  Durante abordagem, a adolescente (16 anos) contou que na sexta-feira (29) os suspeitos lhe pagaram um táxi para ela ir trabalhar no bar, durante o dia a menor trabalha como atendente e a noite, elas (mulheres) fazem programa.

Dois homens e uma mulher (27, 24 e 37 anos) foram presos e dois adolescentes (16 e 17 anos) apreendidos na ação da PM. Todo o material foi recolhido e entregue na delegacia.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet