Olhar Direto

Sábado, 05 de dezembro de 2020

Notícias / Ciência & Saúde

Taxa de incidência de Covid-19 cresce 662% entre adolescentes em Cuiabá

Da Redação - Fabiana Mendes

21 Nov 2020 - 11:35

Foto: Rogério Florentino / Olhar Direto

Taxa de incidência de Covid-19 cresce 662% entre adolescentes em Cuiabá
Embora o número de infecções e mortes por Covid-19 tenha diminuído em Cuiabá, a taxa de incidência cresceu entre os adolescentes. O Informe Epidemiológico da doença aponta que houve um aumento de 662% entre 18 de julho e 14 de novembro. No mesmo período, também foi observado crescimento de 312% entre os idosos e de 478% em crianças. 

Leia mais:
Cuiabá tem redução de casos semanais e menor número de mortes pela Covid-19 desde junho
 
A taxa de incidência (5.228,1 casos/100.000 habitantes) na capital mato-grossense cresceu 0,8%, quando comparada com a da semana passada (5.184,8) e manteve-se mais elevada que a taxa de Mato Grosso (4.403,0) e do Brasil (2.783,3), mas com aumento proporcional inferior, tendo em vista que no estado o crescimento, na última semana, foi de 3,6% e no Brasil, 4,7%.

A taxa e incidência expressa o número acumulado de Covid-19 em relação à população, portanto, enquanto houver casos novos, ela será sempre crescente.

Contudo, nas últimas semanas foi observado o crescimento menos acentuado em Cuiabá, tendo em vista que na semana entre 01 a 07 de novembro, a taxa de incidência havia crescido 1,1% em relação à semana anterior.

Características dos casos de residentes em Cuiabá
 
Entre os casos confirmados de residentes em Cuiabá (32.111), prevalece o sexo feminino (54,5%), tendo, desde o início da pandemia apresentado a maior frequência; 154 eram gestantes (0,9%).

A idade média é 41,6 anos sendo 1/4 dos casos registrados entre adultos de 30 e 39 anos e o grupo de 20 a 49 anos concentrou 64,1% dos casos; idosos representaram 14,9% (4.793) dos casos; crianças e adolescentes (0 a 19 anos) 6,2% do total de casos.

A distribuição etária apresenta proporções semelhantes entre os sexos, com pequena diferença no percentual de idosos em cada um dos grupos.
 
A taxa de incidência por faixa etária revela que a taxa mais elevada é a de 40 a 49 anos (8.261,4/100.000 habitantes), seguida por idosos (8.102,8) e adultos de 30 a 39 anos (7.453,3), apontando para o risco maior de infecção nesses três grupos etários, principalmente em adultos de 40 a 49 anos.

Chama atenção o incremento da taxa de incidência em crianças e adolescentes, que se revelou muito maior que para outras faixas. Desde 18 de julho (Informe Epidemiológico 16), por exemplo, a taxa de idosos aumentou cerca de 312% enquanto a de crianças aumentou 478% e de adolescentes 662%, evidenciando o aumento superior do risco de infecção nesses grupos.

Por outro lado, as taxas de incidência por sexo e faixa etária revelam riscos diferentes, sendo mais elevado para o sexo feminino de 0 a 49 anos e para o sexo masculino, a partir de 50 anos.

A informação sobre raça/cor foi registrada para 27.127 casos de Covid-19 em residentes em Cuiabá, ou seja, 84,5% do total de casos. Entre eles prevaleceu a raça/cor preta/parda com 70,1% dos casos, seguida pela branca, com 28,0%.

Dados da Secretaria Municipal de Saúde de Cuiabá, estimados a partir do Censo 2010, indicam que, na população geral, o percentual de pessoas pretas/pardas é de 61,3% e brancas 37,1%, evidenciando o risco maior para indivíduos de raça/cor preta/parda (5.953,1/100.000 habitantes) quando comparado com os de raça/cor branca (3.336,2/100.000 habitantes).

Profissionais de saúde representaram 6,4% (2.057) do total de casos, entre eles, técnicos de enfermagem foram a maioria (23,2%), seguido por enfermeiros (16,6%) e médicos (14,9%).

Comentários no Facebook

Sitevip Internet