Olhar Direto

Sexta-feira, 23 de abril de 2021

Notícias / Cidades

ATUAVAM JUNTOS

Mãe e padrasto são presos por estupro e maus-tratos de crianças de 9 e 12 anos

Da Redação - Michael Esquer

02 Mar 2021 - 08:35

Mãe e padrasto são presos por estupro e maus-tratos de crianças de 9 e 12 anos
Um casal, que não teve a identidade divulgada, foi preso nesta segunda-feira (2), no município de Pontes e Lacerda (443 km de Cuiabá) acusados do crime de estupro de vulnerável contra duas crianças, uma menina de 12 anos e um garoto de nove. A dupla, que tinha um mandado de prisão expedido em seu desfavor, se tratava da mãe, de 31 anos, e padrasto, de 33 anos, dos menores.

Leia também:
PF deflagra operações para combater comércio ilegal de ouro e cumpre mandados na região metropolitana

De acordo com informações da Polícia Judiciária Civil, a Justiça também autorizou busca domiciliar para coleta de material biológico que será utilizado em exame para confronto de DNA. Além do crime de estupro de vulnerável, o casal é investigado pela Polícia Civil por maus-tratos e lesão corporal.

A comunicação da denúncia contra o casal foi feita pelo Conselho Tutelar do município, que após estar ciente dos fatos, informou a Delegacia da Polícia Civil. Diante da queixa, o delegado Marlon Luz instaurou investigação para apurar os crimes contra as duas crianças e a partir de depoimentos especiais e a realização de laudos periciais foram confirmados os abusos.

Buscas realizadas durante a investigação da Polícia Civil chegaram a conclusão de que o padrasto estuprou a garota sucessivas vezes e também agrediu e praticou maus-tratos contra o menino, inclusive o agredido com uma mangueira de borracha.

Quanto a mãe, as investigações confirmaram que ela teria sido cúmplice do homem ao agredir a filha, a ameaçando para que não contasse a ninguém sobre os abusos, a fim de proteger o marido.

Para o delegado, a ocorrência marcou a equipe de polícia pelo nível de crueldade. “O caso foi muito impactante para a equipe da delegacia, a partir das informações que foram constatadas na investigação. A menina não aguentava mais os abusos e começou a se vestir como menino, na tentativa de afastar o agressor”, declarou.

Luiz ainda acrescenta que a mãe também é responsável pelo estupro, pois ao abrir mão do dever de proteger e de garantir a integridade dos filhos e não impedir o marido de cometer os abusos, ela também se torna autora do crime.

Diante dos fatos, os dois foram encaminhados à delegacia e depois de cumprido o mandado de prisão serão encaminhados às respectivas unidades prisionais.

O inquérito segue para coletar outras informações e evidências necessárias à conclusão do caso.

As duas crianças foram encaminhadas pelo Conselho Tutelar para uma casa de acolhimento do município.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet