Olhar Direto

Domingo, 25 de julho de 2021

Notícias | Cidades

Empresário, piloto e mais dois

Identificados quatro homens que morreram em queda de aeronave em Mato Grosso

Foto: Reprodução

Identificados quatro homens que morreram em queda de aeronave em Mato Grosso
A Polícia Judiciária Civil confirmou ao Olhar Direto as identidades dos quatro homens que morreram após a queda de uma aeronave bimotor, ocorrida na tarde da última terça-feira (08), nas proximidades do km 21 da Rodovia do Peixe, em Rondonópolis (215 quilômetros de Cuiabá). Entre as vítimas estão o piloto do avião e também um empresário da região. Eles faziam um voo panorâmico na cidade.

Leia mais:
Bombeiros confirmam mortes de quatro pessoas em queda de aeronave; vítimas faziam voo panorâmico

O piloto foi identificado como Narcionizio Jaco da Silva Filho, 57 anos, conhecido como ‘Nena’ (morador de Rondonópolis). As outras vítimas são: Nelson Siton Junior Lándim, 47 anos (Juscimeira); Faustino Garcia Barboza, 49 anos (Itiquira) e José Rodrigues de Souza, 41 anos (Rondonópolis). 

Todos tiveram os corpos carbonizados, mas acabaram sendo reconhecidos por familiares no Instituto Médico Legal (IML). 

Informações iniciais colhidas pela Polícia Civil apontam que todos tinham certo conhecimento em aviação agrícola. 

O proprietário da aeronave era Nelson Siton. Faustino tinha uma empresa de aviação agrícola em Itiquira (MT). Já José era especialista em serviços gerais de aviação e 'Nena' tinha mais de 30 anos de experiência como piloto.

Uma equipe do Serviço Regional de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (Seripa VI), ligado ao Centro de Investigação e Prevenção de Acidentes Aeronáuticos (CENIPA), ficará responsável por apontar as causas do acidente.

Bombeiros confirmam mortes de quatro pessoas em queda de aeronave; vítimas faziam voo panorâmico

O caso

O bimotor bateu em um local conhecido como 'Vale das Pedras'. Uma testemunha disse que a intenção do dono do avião seria fazer um voo panorâmico. Durante a decolagem, nenhum problema foi notado.

Leandro Pereira, que é morador da região, afirmou que viu quando o avião passou muito baixo, próximo às margens do Rio Vermelho, e logo depois ficou sabendo da queda. Os destroços do Cessna foram encontrados a 200 metros da rodovia. 

O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) chegou a ser acionado para ir até o local, mas as vítimas já haviam morrido. 

De acordo com o Tenente Santana do Corpo de Bombeiros, a equipe conseguiu controlar o fogo ao chegar ao local, mas as quatro pessoas já haviam morrido.
 

Comentários no Facebook

Sitevip Internet