Olhar Direto

Notícias / Política MT

Acusado de ser sócio oculto, secretário de Saúde nega favorecimento a empresa

Da Redação - Érika Oliveira

04 Set 2018 - 15:52

Foto: Rogerio Florentino/Olhar Direto

Acusado de ser sócio oculto, secretário de Saúde nega favorecimento a empresa
O secretário de Saúde de Cuiabá Huark Douglas negou, por meio de nota, que tenha atuado para favorecer a Pró-Clin, empresa que o acusam de ser sócio oculto. Conforme o médico, a procuração apresentada pelo vereador Diego Guimarães (PR) nesta terça-feira (04), durante sessão na Câmara de Vereadores, é de 2015, período anterior a sua nomeação na Pasta.

Leia mais:
Vereador Abílio é acusado de “invadir” secretaria, intimidar e atrapalhar servidores; veja vídeo

“Minha colaboração técnica com a PRÓ CLIN já perdura há anos  -  uma vez que ela é especializada em Medicina Intensiva, que é minha especialidade enquanto médico. Em 2015 assinei uma procuração para responder pela administração da referida empresa. Entretanto, em 2017, quando recebi o convite para  assumir o cargo de gestor na Empresa Cuiabana de Saúde Pública, eu já havia solicitado o desligamento da administração da empresa como preconiza a lei”, diz trecho da nota encaminhada pela assessoria de imprensa do secretário.

Guimarães apresentou cópia da procuração e do contrato firmado entre a empresa e o Hospital São Benedito. “O atual secretário de Saúde detém procuração para administrar com plenos poderes a principal empresa contratada pelo Hospital São Benedito. (...) O dinheiro do poder público que entra nessa empresa, que já recebeu milhões, cai na mão do secretário que faz o que quiser com o dinheiro”, acusou o vereador, que pediu o afastamento imediato de Huark.

Além de afirmar que a revogação da procuração se deu somente por “esquecimento”, Huark garante que nunca atuou para favorecer a Pró-Clin. “Inclusive, os contratos aditivados com a PRÓ  CLIN sofreram redução durante o período em que estive à frente da Empresa Cuiabana”, destacou.

Veja a íntegra da nota:

Em relação à denúncia apresentada na Câmara de Vereadores de Cuiabá, na manhã desta terça-feira (04), o secretário municipal de Saúde, Huark Douglas Correia esclarece:

“Minha colaboração técnica com a PRÓ CLIN já perdura há anos  -  uma vez que ela é especializada em Medicina Intensiva, que é minha especialidade enquanto médico. Em 2015 assinei uma procuração para responder pela administração da referida empresa. Entretanto, em 2017, quando recebi o convite para  assumir o cargo de gestor na Empresa Cuiabana de Saúde Pública, eu já havia solicitado o desligamento da administração da empresa como preconiza a lei.

Cabe ressaltar que, ao longo da minha gestão jamais houve benevolências  com quaisquer que sejam as empresas contratadas. Inclusive, os contratos aditivados com a PRÓ  CLIN sofreram redução durante o período em que estive à frente da Empresa Cuiabana”.

6 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Direto. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Direto poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

  • Jorge
    05 Set 2018 às 18:41

    Todo médico e enfermeiro de Cuiabá sabe que o huark é um dos 4 donos da proclin e da qualycare, empresas que prestam serviço pro poder público. Mas o quadro de sócios dessas empresas é um balaio de gatos que ninguém entende de tanto laranja que tem.

  • NASCIMENTO
    05 Set 2018 às 08:20

    SE ELE ERA DIRETOR DA EMPRESA, SE É MÉDICO PRESTADOR DE SERVIÇO DESTA MESMA EMPRESA, TENTAR DESMENTIR INTERESSE É UMA MISSÃO IMPOSSÍVEL.

  • Marcos Aureliano
    04 Set 2018 às 22:23

    Época de eleição e os vereadores querendo aparecer. Na nota que emitiu, o Dr Huark disse que não representa a empresa desde que assumiu função pública. Querem denegrir um dos melhores gestores deste estado para atingir o prefeito? Cuiabá com tantos problemas e querem criar factoides? Pracabá mesmo.

  • Ministerio Publico
    04 Set 2018 às 18:16

    Contem uma novidade , se houvesse realmente interesse nesta cidade/estado de se investigar e PRENDER LADROES de dinheiro publico todos os Doutores donos da Proclin estariam presos , pois tocam todas as UTIs do estado e diversos outros servicos , com contratos generosos e aditivos milionarios com o dedo do Sr Huark.

  • Chacal
    04 Set 2018 às 17:02

    Como diz um senhor no programa encrenca da Rede TV, pacotô.

  • Critico
    04 Set 2018 às 16:30

    Falou e não disse nada. Lógico que é sócio oculto

Sitevip Internet