Olhar Direto

Sexta-feira, 27 de maio de 2022

Notícias | Esportes

MAIS DE 20 MIL TORCEDORES

Recorde de público na Arena Pantanal evidencia falhas para receber grandes eventos; veja fotos

Foto: Rogério Florentino - Olhar Direto

Recorde de público na Arena Pantanal evidencia falhas para receber grandes eventos; veja fotos
Mesmo com restrição de público em 75% por conta da pandemia, o jogo entre Cuiabá e Palmeiras teve recorde de público na Arena Pantanal no Campeonato Brasileiro de 2021, com 26.612 pessoas. O elevado número de torcedores evidenciou alguns problemas de logística do estádio para receber grandes eventos.  

Leia mais:
Sites especializados apontam aumento das probabilidades de rebaixamento do Cuiabá no Brasileirão

O primeir ponto negativo foi sobre as entradas de acesso às arquibancadas. Torcedores do setor Oeste alegaram à reportagem que tiveram acesso tranquilo. Já os que foram assistir à partida no setor leste disseram o contrário.


Enquanto os que chegaram cedo formavam uma fila organizada, porém grande a ponto de formar um caracol, em frente à entrada leste, outros torcedores que entraram por acesso diferente começaram a furar o alinhamento que se formava.



Isso causou um congestionamento de pessoas, resultando também na dificuldade dos funcionários em verificar os documentos exigidos para a entrada e, consequentemente, lentidão no anexo dos torcedores.



Outra adversidade apontada por quem foi até o estádio de carro diz respeito à falta de organização do trânsito no entorno, bem como nos estacionamentos. Torcedor relatou que ficou cerca de 30 minutos para conseguir evacuar dos locais com as vagas para veículos. As poucas possibilidades para evacuação causaram trânsito denso e lento.



Funcionários da imprensa também disseram que passaram perrengues em relação ao acesso e à saída. Foi exposto que havia apenas uma saída para todos os veículos parados no estacionamento do subsolo do estádio. Isso resultou em trânsito travado dentro e fora da Arena.


“Profissionais da imprensa sendo obrigados a dar uma volta imensa, cheios de equipamentos na Arena porque, sem explicação, a gente não podia andar 200 metros para acessar uma entrada que é da imprensa”, contou um repórter que cobriu a partida.



Além disso, os bares não tiveram estrutura suficiente para suprir a demanda do elevado número de pessoas. Um torcedor disse à reportagem que comprou fichas de água com gás e, antes mesmo do começo da partida, não teve como usufruir, pois, o produto havia acabado. A água sem gás acabou antes mesmo do término do jogo.



Por fim, com as arquibancadas lotadas, diversos torcedores assistiram ao duelo sentados nas escadas ou em pé nos corredores, o que atrapalhava a visão dos que estavam sentados nas cadeiras. Houve muita reclamação e troca de ofensas entre torcedores por conta da dificuldade em enxergar parte do campo. 

Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet