Olhar Jurídico

Segunda-feira, 22 de julho de 2024

Artigos

Advogados jamais serão dispensáveis

O Dia do Advogado nos remete à importância desta profissão para o harmonioso funcionamento da sociedade, já que a advocacia é garantidora de direitos e fundamental para que a Justiça aconteça. A Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso (OAB-MT) celebra não apenas essa data como todo o mês de agosto, dedicando-se a atividades que amplifiquem a importância da advocacia, valorizando os profissionais e debatendo temas que estão em evidência. 

A agenda deste mês conta com diversas ações que visam agregar, divulgar, compartilhar conhecimento e promover a interação entre os advogados. Tudo isso é um estímulo e demonstra a vivacidade da Ordem em sua atuação incansável e propositiva pró-advocacia. 

Neste ano, o Mês dos Advogados tem um simbolismo especial, pois estamos celebrando os 90 anos de fundação da OAB-MT. É quase um século de presença da advocacia acompanhando e contribuindo para o desenvolvimento do Estado, que se posiciona no cenário internacional como um dos maiores produtores de alimentos do mundo. 

A grandiosidade e relevância da advocacia está registrada na história de Mato Grosso, assim como é notada nos avanços do presente, afinal, as relações sociais que são objeto da atividade jurídica prestada pelos advogados é o combustível que também move a OAB-MT, instituição que tenho orgulho de presidir desde janeiro de 2022. 

Ao celebramos a advocacia, sua trajetória, atuação e perspectivas, também não podemos deixar de discutir seu futuro. Dados os avanços tecnológicos, principalmente, o aprimoramento do uso da Inteligência Artificial (AI), ampliam-se as discussões em torno dos riscos e benefícios  à profissão. 

Evidentemente, que a OAB-MT não se opõe ao progresso, pelo contrário, é uma incentivadora do assertivo e correto uso das novas tecnologias, mas o que não se admite são retrocessos, ameaças à profissão ou até mesmo a hipótese de eventual substituição do advogado nas relações que intermedia. 

Somente o profissional capacitado e resiliente está apto a identificar e oferecer soluções adequadas aos conflitos vivenciados na prática jurídica. 

Ao longo do último século,  a advocacia resistiu e avançou diante dos mais diversos cenários adversos, vendo surgir e morrerem diversas tecnologias, e a partir disso se aprimorou e demonstrou habilidade de ser sempre eficiente, mostrando que é a profissão dos “fortes e corajosos”, conforme bem definiu Sobral Pinto. 

Por isso, hoje quero parabenizar os mais de 23.500 mil advogados inscritos e ativos na OAB-MT e que atuam nas 29 subseções do nosso Estado. Reforço o compromisso que a Ordem tem com cada um em sua missão de exercer a advocacia. E que não haja dúvidas de que os advogados e advogadas jamais serão dispensáveis para o Estado Democrático de Direito e para que a Justiça exista! 


Gisela Cardoso é presidente da Ordem dos Advogados do Brasil – Seccional Mato Grosso.
Sitevip Internet