Olhar Jurídico

Segunda-feira, 21 de junho de 2021

Notícias / Empresarial

ENSINO À DISTÂNCIA

MPF investiga irregularidades no curso de Engenharia Civil da faculdade Anhanguera em Cuiabá

Da Redação - Lázaro Thor Borges

27 Abr 2016 - 15:40

Foto: Reprodução

Procuradoria da República em Mato Grosso

Procuradoria da República em Mato Grosso

A Procuradoria da República em Mato Grosso instaurou inquérito civil para apurar irregularidades praticadas pela Faculdade Anhanguera em Cuiabá. Segundo a portaria n° 47, assinada por Cleber de Oliveira Tavares Neto, o inquérito vai apurar irregularidades do curso de Engenharia Civil.

Leia mais: 
Justiça autoriza que lobista de esquema na Assembleia de Mato Grosso more em SP após deixar prisão

O curso não é presencial e a Anhanguera conta com apenas duas unidades em Cuiabá. A Faculdade pertence ao grupo Anhanguera Educacional, que em julho de 2014 se fundiu com a Kroiton Educacional e se tornou a segunda maior empresa privada de educação profissional no Brasil.

O curso a distância de Engenharia Civil da Faculdade tem cinco anos de duração e uma das sedes da universidade fica na Avenida Fernando Correia da Costa, no bairro Areão em Cuiabá.

Segundo a portaria, o inquérito foi instaurado pela procuradoria visando assegurar proteção de direitos e interesses coletivos, como preceitua o artigo 129 da Constituição. Conforme o procurador Cleber Tavares, a portaria também foi aberta considerando a “complexidade do caso” e a necessidade de diligências.

Comentários no Facebook

Sitevip Internet