Olhar Jurídico

Domingo, 22 de setembro de 2019

Notícias / Civil

Juiz nega afastamento de Thelma e vereador em ação por uso de equipamento público

Da Redação - Arthur Santos da Silva

06 Mai 2019 - 14:54

Foto: Reprodução

Juiz nega afastamento de Thelma e vereador em ação por uso de equipamento público
O juiz Leonísio Salles de Abreu Júnior, da Primeira Vara Cível de Chapada dos Guimarães, negou pedido liminar em ação contra a prefeita do município, Thelma de Oliveira (PSDB), que pretendia o afastamento do cargo. Mesmo requerimento foi negado contra o vereador Joair Lara.
 
Leia também 
Cidinho Santos é condenado e tem direitos políticos suspensos por fraudes na saúde


Ação afirma que Joair utiliza a estrutura da Secretaria Municipal de Obras para consertos de veículos particulares. A suposta irregularidade também abrange maquinários de grande porte. Ainda conforme o processo, as irregularidades são cumpridas com autorização da prefeita. Thelma daria o aval em troca de favores políticos.
 
Em sua decisão, o juiz Salles de Abreu Júnior salientou que não há nos autos elementos mínimos que possam gerar o afastamento. “Primeiramente, a inicial carece de provas concretas de que o requerido Joair estaria, de fato, utilizando-se da estrutura e materiais da Secretaria de Obras deste Município para promover reformas em veículos de sua propriedade”, afirmou o juiz.
 
Ainda segundo o magistrado, fotografias juntadas nos autos não foram suficientes para servirem de prova. “As fotografias não permitem concluir que tais reformas foram realizadas. Apontam, por sua vez, tão somente que tais veículos estariam, em tese, estacionados nas dependências da referida Secretaria. Donde, por óbvio, não é possível concluir que tenham sido realizadas tais reformas”, finalizou.
 
Requerimento de indisponibilidade de bens também foi negado. A decisão é do dia 29 de abril. 

0 comentários

AVISO: Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Olhar Jurídico. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. O site Olhar Jurídico poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Sitevip Internet