Olhar Jurídico

Sábado, 04 de dezembro de 2021

Notícias | Civil

edital de citação

Juiz condenado por vender sentenças não responde ação que tenta barrar aposentadoria

Foto: Rogério Florentino Pereira/Olhar Direto

Juiz condenado por vender sentenças não responde ação que tenta barrar aposentadoria
Justiça Estadual expediu edital de citação em nome do juiz aposentado compulsoriamente, Wendell  Karielli Guedes Simplicio. Magistrado não está sendo localizado para responder ação ajuizada com o fim de obter a decretação da  perda  definitiva  do  cargo  de  juiz  de  direito.

Leia também
Conselho mantém aposentadoria compulsória aplicada a juiz de Mato Grosso

 
Conforme os autos, “foi  realizada  pesquisa  de endereço por meio do sistema Sisbajud e da Ordem dos Advogados do Brasil, entretanto, o  requerido  não  foi  localizado  em  nenhum  dos  endereços informados  nas  cidades  de  Natal/RN, Comodoro/MT, Alta  Floresta/MT  e Recife/PE”.
 
Wendell Karielli respondeu no Tribunal de Justiça de Mato Grosso a Procedimento Administrativo Disciplinar (PAD) por supostamente integrar um esquema de venda de sentenças nas comarcas de Vera e Feliz Natal.
 
Em 2015 o Pleno do Tribunal de Justiça de Mato Grosso aplicou a pena de aposentadoria compulsória. A decisão foi proferida por 18 votos pela punição e 9 pela absolvição.
 
De acordo com as acusações, a maior parte das condutas ilegais ocorria em ações possessórias, de usucapião, bem como em casos de recebimento de denúncia criminal.
 
Em maio de 2021, o Conselho Nacional de Justiça (CNJ) julgou improcedente revisão disciplinar contra decisão que aplicou a pena de aposentadoria compulsória.
Entre em nosso grupo de WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet