Olhar Jurídico

Sábado, 24 de fevereiro de 2024

Notícias | Civil

MANDADO DE SEGURANÇA

TJMT julga semana que vem pedido da prefeitura para derrubar intervenção na Saúde de Cuiabá

Foto: Reprodução

TJMT julga semana que vem pedido da prefeitura para derrubar intervenção na Saúde de Cuiabá
O Tribunal de Justiça (TJMT)  julgará no próximo dia 14 pedido da Prefeitura de Cuiabá anular a prorrogação da intervenção estadual na Saúde municipal. Mandado de segurança foi impetrado no final de junho, após o Órgão Especial decidir estender a medida até o dia 31 de dezembro.

Leia também 
TJ considera que Saúde de Cuiabá ainda está desestruturada e mantém a prorrogação da intervenção

 
No último dia 23, os magistrados do Órgão Especial julgaram recurso (embargos de declaração opostos) do município e, seguindo entendimento do relator, desembargador Orlando Perri, mantiveram a dilação da intervenção.

A Saúde de Cuiabá está sob intervenção desde o dia 15 de março, por decisão do Órgão Especial do Tribunal de Justiça do Estado. No dia 10 de junho, o desembargador Orlando Perri decidiu que a mesma deveria se estender até 31 de dezembro, medida que foi homologada também pelo Órgão Especial.

Nesta segunda-feira (4), o Ministério Público Estadual (MPE) solicitou ao Tribunal de Contas (TCE) a análise dos relatórios enviados pelo gabinete de intervenção à Procuradoria-Geral de Justiça para verificar sobre a necessidade ou não da prorrogação da medida. 

O MPE também estuda a possibilidade de se propor um Termo de Ajustamento de Conduta (TAC) para garantir a manutenção das melhorias e cumprimento das metas pendentes na área. 

No ofício encaminhado ao conselheiro Sérgio Ricardo, o procurador-geral de Justiça, Deosdete Cruz Júnior, ressalta que o órgão de controle externo foi definido pelo Tribunal de Justiça como a instituição que ficaria responsável por acompanhar a execução da intervenção na Saúde de Cuiabá. Destaca ainda a expertise dos profissionais do TCE, a prudência e a sensatez do conselheiro.

Além dos relatórios, o Ministério Público também recebeu ofício encaminhado pelo deputado estadual Paulo Araújo (PP) com justificativas para a prorrogação do pedido de intervenção, que se encerra em 31 de dezembro.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet