Olhar Jurídico

Segunda-feira, 24 de junho de 2024

Notícias | Civil

AÇÃO DE EXECUÇÃO

Hospital Militar não paga empréstimo e juíza dá prazo para quitação de R$ 205 mil à cooperativa

Foto: Reprodução

Hospital Militar não paga empréstimo e juíza dá prazo para quitação de R$ 205 mil à cooperativa
A juíza Rita Tolentino de Barros determinou que o Hospital Militar de Cuiabá pague R$ 205 mil à Cooperativa de Crédito e Investimento do Sudoeste da Amazônia (Sicoob Credisul) após a unidade hospitalar deixar de quitar empréstimo feito junto à instituição financeira. Decisão é do último dia 14.


Leia mais: 
Alvo do MPE, pecuarista considerado maior desmatador da Amazônia teria destruído mais de 15 mil hectares no Cristalino II


Cédula de empréstimo foi emitida em junho de 2022, com vencimento final previsto para julho de 2026. No entanto, houve apenas pagamento parcial do contrato, restando em aberto as parcelas vencidas a partir de dezembro de 2023.

Ante o inadimplemento da Caixa de Assistência dos Militares de Mato Grosso, que gere o hospital atualmente administrado pelo coronel José Kleber Duarte Santos, a Sicoob ajuizou ação de execução visando o pagamento da dívida de R$164 mil que, atualizada e acrescida dos encargos, chegou aos extados R$205.903,93.

Diante disso, a magistrada havia dado três dias para que a instituição quitasse a dívida. Em caso do não adimplemento, o Oficial de Justiça foi determinado a efetuar a penhora aos bens necessários para quitar o pagamento, bem como proceder a avaliação do bem penhorado e efetuando a intimação da penhora.

Ainda não há nos autos a certidão de ciência do hospital referente à decisão que ordenou o pagamento. O ultimo andamento do processo foi a decisão, publicada no diário no dia 16.
Entre em nossa comunidade do WhatsApp e receba notícias em tempo real, clique aqui

Assine nossa conta no YouTube, clique aqui

Comentários no Facebook

Sitevip Internet